domingo, setembro 08, 2013

Tartaruga marinha um começo de vida incrivelmente difícil

As tartarugas marinhas nascem sem as mães. Dois meses antes de eclodirem, sua mãe encontra uma praia, cava um buraco circular e deposita cerca de 200 ovos para incubação. Em uma tentativa de evitar predadores, ela tapa o buraco, suaviza a areia para esconder sua localização, e volta indiferente para o oceano. Uma vez que eclodem, as tartarugas marinhas bebês cavam para a superfície até que veem luz suficiente para determinar se é noite ou dia. Então, irrompem para fora do buraco e fazem uma louca corrida para o oceano, através do pior caminho com obstáculos já construído.
Elas correm por suas vidas esquivando-se de algas e caranguejos enquanto evitam serem comidas e atacadas por pássaros, guaxinins e gatos que procuram uma refeição fácil. Se as tartarugas têm a sorte grande de chegar ao mar, nadam tão rápido quanto possível, lutando contra ondas e a maré para chegar ao oceano, onde começam o que os especialistas consideram seus “anos perdidos”. Este é o período de dez anos no qual a juventude torna as tartarugas incapazes de fazer tarefas normais. Elas são simplesmente arrastadas inexoravelmente pela água, constantemente evitando emaranhados mortais de algas e predadores, como se fosse um sushi bar sem vontade própria. Pobres tartaruguinhas.[Listverse]

2 comentários:

Marcelo Canto disse...

aceita parceria/
?http://www.adoradores2013.com/

Victor disse...

por isso que botam tantos ovos.