sexta-feira, novembro 30, 2012

Solidariedade animal

Vídeo muito fofo de animais alimentando outros.

Como mudar de número 1 para número 2 num piscar de "olho"

Made in China X Made in Germany

Você acha que isso tem alguma chance de dar certo?

Vídeo mostra prótese de silicone que virou do avesso em bumbum de mulher.

Uma mulher postou um vídeo no Youtube mostrando o defeito de sua prótese de silicone colocada no bumbum. Nas imagens, ela gira um dos implantes mostrando que ele está totalmente solto e pode deixar a região reta com o que seria a parte inferior da peça. No vídeo, a mulher não identificada o manipula e diz que "nenhum implante deveria fazer isso". Segundo o jornal Daily Mail, é difícil dizer se o vídeo é autêntico e também não foi possível dizer em qual clínica a mulher fez o atendimento. Mas Adrian Richards, um cirurgião plástico da Aurora Clinics, no Reino Unido, acredita que o vídeo é verdadeiro. Ele disse que o problema ocorre quando o implante não é colocado com firmeza suficiente em uma bolsa que o cirurgião deve criar entre a nádega e o osso pélvico, ou na parte superior do glúteo. "É uma complicação que é relativamente comum após implantes do tipo. Isso realmente não deve acontecer porque a bolsa deve ser criada para que o implante fique onde está", disse, acrescentando que o acontecido não deve ser doloroso, mas que provavelmente precisará ser removido. Nos últimos anos, especialistas em cirurgia plástica alertam mulheres sobre risco de operações em clínicas que não têm permissão para isso. Segundo o jornal, na manhã desta quinta-feira (29), 278 pessoas curtiram o vídeo no Facebook e quase 20 mil compartilharam.

 

"Comu istá noça educassãum"

quinta-feira, novembro 29, 2012

Só um abraço

Give me a hug

Frase póstuma do dia

No “país dos impostos”, os remédios para nós, seres humanos, são taxados em mais que o dobro dos produtos de uso veterinário, o que originou esta sensacional frase de Joelmir Beting, ao participar do Jornal da Band: “Se você entrar na farmácia tossindo, paga 34% de imposto; se entrar latindo, paga só 14%.”
Morreu no início da madrugada desta quinta-feira (29) o jornalista Joelmir Beting, aos 75 anos. Ele estava internado desde o dia 22 de outubro no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e, no domingo (25), sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico (AVE). Joelmir atuava como comentarista de economia no grupo Bandeirantes. Ele tinha mais de 55 anos de carreira.

Frase ilustrada do dia

"O teclado tá ruim, a bateria uma bosta e o áudio tá péssimo. Se fosse colorido, meu celular seria o Restart."

segunda-feira, novembro 26, 2012

Menina Fantasma no Elevador / Programa Silvio Santos

Apelo desesperado

Morador da região da Savassi, em Belo Horizonte, apela para ladrão devolver objetos de roubo.

 

10 maneiras de evitar brigar com alguém



Discutir, argumentar, “brigar”. Brigar nunca é bom, mas em sua forma primordial – o argumento, ou discussão – é uma forma de arte que, se feita de forma eficiente, pode ser uma maneira útil de entender como as pessoas se sentem, e até fazer mudanças positivas (em um relacionamento, digamos). Quer saber como conseguir isso?

 1 – MEÇA SUAS EMOÇÕES
 Antes de iniciar uma discussão, é fundamental que você verifique o seu estado interno. Examine como você está se sentindo emocionalmente, em uma escala de um a dez: um sendo sereno, e 10 absolutamente furioso. Se você estiver acima de 7,5, nem sequer pense em entrar em uma discussão. Quando você fica com raiva, seu corpo exibe sintomas físicos. Você regride para um estado mais “animal”, porque seus neurônios não são acionados com rapidez suficiente para uma área do cérebro chamada amígdala, responsável pelo processamento de nossas emoções. Neste ponto, você já não é capaz de se engajar em pensamento racional e adequado: você entra em um primitivo estado de “luta ou fuga”. Neste estado, o seu corpo ou se prepara para qualquer luta, seja ela física ou verbal, ou para fugir em busca de abrigo (nenhuma das opções é boa, certo?). Você vai notar sintomas físicos como aumento da frequência cardíaca, palmas das mãos suadas, temperatura elevada, tensão e pensamentos violentos. Quando você se sentir assim, pare, se afaste e reflita sobre por que você está tão bravo ou chateado
.
 2 – TOME FÔLEGO
 Faça uma pequena pausa para tentar respirar lenta e profundamente: isso ajuda a sinalizar para o cérebro de que você não está em uma situação perigosa. Seu sistema nervoso vai começar a se comportar normalmente, e você será capaz de avaliar a sua situação de forma mais objetiva e racional.

 3 – VERIFIQUE SE AS COISAS SÃO REALMENTE TÃO RUINS QUANTO VOCÊ PENSA
 Às vezes, uma simples forma de terapia comportamental cognitiva (TCC) pode ser útil: observe o que está lhe deixando com raiva, pense sobre o porquê isso lhe incomodou e tente avaliar se a situação é realmente tão ruim quanto você pensa que é. Muitas vezes não é.

 4 – LEMBRE-SE DA SUA META
 Quando você finalmente decidir entrar em uma discussão, certifique-se de que você vai entrar nela com a atitude correta: o objetivo é ser feliz, não estar certo. Você deve querer resolver a situação, e não apenas competir ou entrar em uma discussão inútil.

 5 – ATENÇÃO À LINGUAGEM
Qual o objetivo do conflito? Você quer um pedido de desculpas ou uma mudança de comportamento, por exemplo? Escreva o que você espera, para usar a linguagem apropriada – verbal e física – para deixar seus desejos ou queixas claros. No calor do momento, coisas desnecessárias são ditas. Tente não confundir o propósito da discussão, para não diminuir qualquer chance de resolução.

 6 – SEJA SUAVE É
 quase impossível fingir que você não está com raiva ou chateado quando você está, mas tente não manter uma postura defensiva. Não cruze os braços ou gesticule muito descontroladamente. Se possível, sente-se em frente à pessoa com quem você está discutindo, e, se for o seu parceiro ou alguém com quem você tem intimidade, tente tocá-lo. Lembre-se o tempo todo que o propósito do conflito é a resolução, é que ambos saiam tão felizes quanto possível. Isso significará compromisso, e o poder do toque vai demonstrar isso.

 7 – OUÇA
 Mais importante do que falar é ouvir. Você deve mostrar a outra pessoa que você está disposto e é capaz de ouvir os dois lados da história. Na verdade, ouvir os dois lados pode até mesmo ajudar a contextualizar seus próprios sentimentos, tornando mais fácil entender por que você ficou chateado em primeiro lugar. Mas quando você começar a falar, tenha cautela. Argumentos não são jogos de culpa: sua chance de falar sobre suas emoções não deve ser uma chance de “xingar” ou implicar com alguém.

 8 – SEJA POSITIVO
 Em vez de dizer a alguém o que ele fez de errado e como isso lhe fez mal, centre a discussão em si mesmo e traga exemplos positivos de comportamento para ajudar a transmitir o seu ponto de vista. Por exemplo, em vez de dizer “Você esqueceu meu aniversário e isso me deixou chateada”, diga “Eu me senti chateada quando você esqueceu meu aniversário, porque você é sempre tão atencioso”. Não diga “odeio que você sai todos os dias”, mas sim “eu gosto quando você fica comigo”, e assim por diante. Isto imediatamente torna o tom da conversa menos agressivo, limita a extensão da culpa colocada sobre essa pessoa e torna mais fácil para ela entender porque você está infeliz.

9 – PENSE NO FUTURO
 Tente não relembrar erros ou conflitos passados ao expressar o que sente. A pessoa com quem você está discutindo simplesmente ficará muito consciente de delitos passados que nem ela, nem você podem fazer algo para mudá-los. Em vez disso, concentre-se no aqui e agora, ou não haverá resolução e reconciliação.

 10 – HÁ FORÇA NA FRAQUEZA Admitir uma fraqueza ou um erro é uma força definitiva e em muitos casos a chave para acabar com a disputa ou briga. Se todo o resto falhar, procure ajuda. Pode ser muito fácil entrar em um ciclo interminável de divergências. Se você acha que precisa de um terceiro para “arbitrar” as conversas, muitos terapeutas atendem casais (também há terapeutas para outros tipos de relacionamento ou problemas).

 Dra. Sheri Jacobson

Enviado por e-mail pelo Xan

Frase ilustrada do dia

"Um homem sem barriga é um homem sem história."

Quando o cérebro é um corpo estranho

domingo, novembro 25, 2012

Ponte-estrada na Noruega, bela e aterrorizante

Haja adrenalina para trafegar numa ponte dessas!

Exercitar-se faz bem...ou não

A importância da água



Você sabia que o mecanismo da sensação de sede é tão fraco que, com freqüência, 37% dos seres humanos o confunde com a fome?
 Ainda mais, uma desidratação imperceptível retardará o metabolismo em aproximadamente 3%. Um copo de água aliviará a fome à meia noite, em quase 100% dos casos, sob dieta redutora, segundo um estudo realizado na Universidade de Washington.
Uma redução de somente 2% de água no corpo pode causar perda momentânea de memória, dificuldade em fazer contas matemáticas básicas e problemas de focar a visão sobre uma tela de computador ou sobre uma página impressa?
 Beber um mínimo de 8 copos de água por dia diminui o risco de câncer de cólon em 45%, além de baixar o risco de câncer de mama em 79% e reduzir à metade a probabilidade de se desenvolver câncer na bexiga. De acordo com os experts, isto não é opcional, é obrigatório, se queremos que nosso cérebro funcione de uma maneira ótima.
 E, se estamos estressados, devemos aumentar a quantidade para 16 copos de água por dia. 90% do volume de nosso cérebro é composto por água, que é o principal veículo das transmissões eletroquímicas. Você não pode imaginar o que 8 a 10 copos de água por dia podem fazer para eliminar muitas indisposições.
As pessoas normalmente NÃO bebem tal quantidade para evitar de ter que urinar seguidamente; um inconveniente menor em troca de uma melhoria em sua saúde.
 A cor de sua urina deve ser de um amarelo muito fraco ou incolor, caso contrário você não está ingerindo suficiente água (isto não é válido se você está tomando vitaminas do complexo B, que produzem uma cor amarela natural à urina).
Ao falar de beber água, não nos referimos à água contida no café, nos chás ou nos refrigerantes. A água engarrafada ou de fontes naturais é a melhor. Estudos preliminares indicam que em 80% das pessoas, beber de 8 a 10 copos de água por dia, pode aliviar significativamente muitas indisposições.

 Cura 1: Elimina os anti-ácidos e cura a acidêz estomacal
 A acidêz estomacal ou azia pode ser um sinal de falta de água na parte superior do trato gastrointestinal. Este é um sinal importante de sede, que o corpo humano emite. A ingestão de anti-ácidos ou comprimidos contra a acidêz estomacal não corrige a desidratacão e o corpo continua sofrendo por falta de água no organismo. Tragédia: Ao não reconhecer que a acidêz estomacal é um sinal de desidratação e ao tratá-la por meio de anti-ácidos, com o tempo, poderão ocorrer inflamações estomacais no duodeno, hérnias hiatais, úlceras e eventualmente câncer no trato gastrointestinal ou no pâncreas e fígado.

Cura 2: A água pode prevenir e curar a artrites
Dor reumática das articulações – A ocorrência de artrites pode ser um sinal de falta de água nas articulações. Pode afetar tanto aos jovens como aos adultos. O uso de analgésicos não resolve o problema e a enfermidade prosseguirá. Tomar água pode aliviar a dor ou resolver esse problema.

 Cura 3: Dores lombares
A dor nas costas e a artrite paralisante da espinha dorsal podem ser sinais de falta de água nos discos da espinha dorsal – os amortecedores que suportam o peso do corpo. Estas moléstias devem ser tratadas com o aumento de água a ser ingerida diariamente. Tragédia: Ao não reconhecer que a dor nas costas é um sintoma de desidratação das articulações e ao tratá-la com analgésicos, massagens, acupuntura e eventualmente cirurgia, com o passar do tempo, isto provocará osteoporose e quando as células das cartilagens das articulações vierem a eventualmente morrer e causarem uma deformação na espinha dorsal, poderá até haver incapacidade física dos membros inferiores.

 Cura 4: Angina
Dor no peito - angina de peito – pode ser um sinal de falta de água no organismo entre o eixo do coração e dos pulmões. Este sintoma deve ser tratado bebendo-se maior quantidade de água, até que o paciente já não tenha dor e sem tomar medicamentos. É prudente se providenciar supervisão médica, no entanto, ao aumentar-se a quantidade de água ingerida, pode-se curar a angina de peito.

 Cura 5: Enxaqueca
A enxaqueca pode ser um sintoma de falta de água requerida no cérebro e olhos e pode ser evitada ao se impedir a desidratação do corpo. Este tipo particular de desidratação eventualmente ocasiona uma inflamação na parte posterior dos olhos e possivelmente uma diminuição ou perda de visão. 

Cura 6: Colite
A colite é um sinal de falta de água no intestino grosso. Associa-se com a prisão de ventre ou constipação, devido à constrição do excesso de água que também se exerce sobre os escrementos, que por sua vez perdem a lubrificação fornecida pela água. Tragédia: Ao não se reconhecer a dor da colite como um sinal de falta de água, provocar-se- á uma condição de constipação persistente que resultará na compactacão das fezes, que por sua vez poderão causar vertículos, pólipos e hemorróidas, e aumentar a possibilidade de se contrair câncer do cólon e do reto.

 Cura 7: Asma
A asma afeta milhões de crianças e mata milhares delas a cada ano. É uma complicação da desidratação do corpo, causada por falha no programa de administração da hidratação no organismo. Obstrui-se a passagem livre de ar e impede-se a eliminação de água do corpo em forma de vapor – o bafo. O aumento do consumo de água evita os ataques de asma. Tragédia: Ao não se reconhecer a asma como um indicador de falta de água quando as crianças estão na fase de desenvolvimento, não somente muitos deles morrem, como também se provocará danos irreversíveis nas crianças asmáticas sobreviventes.

 Cura 8: Pressão Alta
A hipertensão é um estado de adaptação do corpo a uma desidratação geral quando as células dos vasos sanguíneos não obtêm a quantidade de água suficiente. Como parte do mecanismo de osmose inversa, quando a água do soro é filtrada e injetada nas células importantes através de poros diminutos existentes em suas mebranas, é requerida uma pressão extra para o “processo de injeção”, tal como acontece quando se injeta o “soro” nos hospitais para re-hidratar milhões de células. Beber água, compensará a pressão e fará a mesma voltar à normalidade. Tragédia: Ao não reconhecer que a hipertensão arterial é um dos indicadores da desidratação corporal e tratar por meio de diuréticos que desidratarão o corpo ainda mais, trará como conseqüência posterior, um bloqueio das artérias do coração e das artérias que vão até o cérebro pela ação do colesterol. Esta condição provocará ataques do coração, pequenos infartos massivos cerebrais que poderão paralisar alguma parte do corpo. Também podem causar falhas no funcionamento dos rins e danos neurológicos como a doença de Alzheimer.

 Cura 9: Diabetes Tipo II ou de Adultos
A diabetes dos adultos é outra causa provável devida à desidratação do corpo. Ao se manter uma quantidade adequada de água na circulação, incluindo-se as necessidades prioritárias do cérebro, a secreção de insulina se inibe para impedir a entrada de água nas células do corpo. Nos diabéticos somente algumas células obtém suficiente água para sobreviver. Beber água reverte a diabetes adulta para etapas iniciais. Tragédia: Ao não reconhecer que a diabetes adulta é uma complicação causada por desidratação, com o tempo, poderá haver danos massivos nas células sanguíneas de todo o corpo. Isto pode provocar mais tarde a perda dos dedos dos pés, das pernas por gangrena e causar a cegueira.

 Cura 10: Colesterol no sangue
Os altos níveis de colesterol são indicadores de uma desidratação corporal prematura. O colesterol é um material argiloso que se adere entre os espaços de algumas membranas celulares, para impedir que estas percam sua umidade vital pela pressão osmótica mais forte do sangue que circula nas áreas vizinhas. O colesterol, alem de ser utilizado na fabricação das membranas das células nervosas e de hormônios, também atua como “escudo” contra a demanda de água de outras células vitais que normalmente trocam água através de suas membranas celulares.

 Outras curas:
A depressão, a perda de libido, a fadiga crônica, o lupus, a esclerose múltipla, a distrofia muscular. Todas estas condições podem ser causadas por desidratação prolongada. Se esta for a causa provável, os sintomas se aliviarão, uma vez que o corpo tenha sido hidratado regularmente. Nestas condições, o exercício muscular deve ser parte do programa de tratamento. Agora a pergunta é: Você está tomando a devida quantidade de água diariamente?

  Acqua Lumen Filtros 
acqua@acqualumenfiltros.com.br

sábado, novembro 24, 2012

Carne bem passada é assim

Bum !

1298423326363 Slow boom

(Sem) Espírito de Natal

Basingstoke é uma cidade localizada no condado de Hampshire, no sudeste da Inglaterra. Faz parte do distrito de Basingstoke e Deane. Situa-se a 77 quilômetros de Londres e onde pode-se encontrar o verdadeiro espírito de Natal...ou não.

Contatos imediatos de quarto grau...com baleias

Um grupo de canoístas tem um encontro , extremamente próximo , com as baleias jubarte em Grotfjord , Noruega. Próximo foi maneira de dizer...

Um anjo com a voz do demônio

Uma menina francesa , com um doce olhar , chamada de Rachel La Voix D'Homme(Raquel Voz de Homem) surpreende a todos em uma audição do Got Talent , na França ...

sexta-feira, novembro 23, 2012

A misteriosa Ilha Sandy

Se você estava pensando em passar férias na Ilha Sandy, ali no Pacífico, a meio caminho entre a Austrália e a Nova Caledónia, um arquipélago da Oceania situado na Melanésia , chegou a hora de mudar de planos. O pedaço de terra aparece em vários mapas científicos e cartas náuticas, mas um grupo de investigadores da Universidade de Sydney descobriu agora que a Ilha Sandy simplesmente NON ECXISTE !
, diria o Padre Quevedo. A equipe realizava uma pesquisa no Mar de Coral quando deu conta de uma discrepância entre o que estava assinalado no seu mapa científico e o que indicava a carta náutica do navio. "Reparamos que o nosso mapa mostrava a existência de uma ilha naquela localização, mas a carta náutica do navio indicava-nos uma profundidade de 1400 metros”, disse à BBC a investigadora Maria Seton. Apesar da surpresa, não há razões para começar a pesquisar na Wikipédia sobre fenômenos paranormais ou teorias da conspiração: o mais provável é que tudo não passe de um erro humano. “Deve ser um erro propagado por vários mapas.falamos de uma profundidade de 1400 metros, por isso não é possível que tenham ocorrido alterações durante o nosso tempo. Estamos falando de processos que precisariam de dezenas ou centenas de milhões de anos para causarem este tipo de alterações”, explicou a cientista. “Algumas publicações científicas incluem esta ilha nos seus mapas desde o ano 2000, mas ainda não sabemos como é que este erro se propagou”, disse Maria Seton. Uma pesquisa por Sandy Island no Google Earth, por exemplo, mostra apenas uma mancha negra, sem nenhuma indicação de terra nem qualquer sinal de relevo, o que torna ainda mais provável que tudo não tenha passado de um erro. “Não sei como é que isto apareceu no Google Earth, mas talvez eles tenham usado a base de dados global das áreas costeiras e tenham assumido que devia haver ali um pedaço de terra. Depois, quando viram as imagens de satélite, repararam que de fato não havia nenhum pedaço de terra e por isso , talvez , tenham pintado a área de negro.” Ouvido pela BBC, um porta-voz do Serviço Hidrográfico da Austrália também alinhou pela tese do erro humano. Para o responsável, apesar de alguns mapas conterem pequenos erros deliberados para detectar violações de direitos de autor, esta estratégia não é comum nas cartas náuticas. Depois de terem detectado a discrepância de dados, os investigadores da Universidade de Sydney pediram ao comandante do navio para alterar a rota e passar pela suposta ilha. O resultado foi a prova de que será impossível passar férias na Ilha Sandy, entre a Austrália e a Nova Caledónia, pelo menos nas próximas dezenas ou centenas de milhões de anos. A única forma de conhecer um pouco melhor a ilha , que não existe é passar pela Wikipédia. Pelo jeito , essa ilha virou furacão e foi prá Nova York.

Nada como a nossa própria casa

Chiuaua "dança" ao som de uma música animada. Veja!

Informação precisa

Homens querem casar...ou não

Jogar o buquê significa querer compartilhar sua felicidade com os amigos.

Compilação : "Você está fazendo errado"

quarta-feira, novembro 21, 2012

Toca aqui, amigão!

Chineses constroem prédio em 15 dias!

A empresa chinesa Broad Group resolveu topar o desafio de construir um prédio de 30 andares em 360 horas! Pelo visto, a equipe atingiu a meta. Ótimo time-lapse e exemplo de eficiência.

 

Sorte ou técnica ?

Mulher colocando a roda de um avião... voando (1920) relíquia

Essa garota, Gladys Ingles, era membro de uma troupe de shows aéreos chamada Black Cats, atividade muito popular anos 1920. Gladys era caminhadora de asa. Neste filme, ela mostra o seu destemor numa clássica apresentação , salvando um avião que havia perdido uma das rodas do trem de aterrisagem. Ela é mostrada com uma roda sobressalente sobre suas costas, se transferindo do avião de resgate ao outro que estava sem uma das rodas. Ela então se posiciona sob a fuselagem a poucos centímetros da hélice e instala a nova roda. Tudo isso sem pára-quedas...! Certamente, isso é uma façanha que muitos mecânicos jamais tentariam com o avião no solo, com o motor funcionando.
 Ela morreu com 82 anos.

 

Cachoeira: rico, leve e solto.


Nani Humor

Para as vegetarianas , vegetais

terça-feira, novembro 20, 2012

Outro dia que nada dá certo - Amazonas na lua

Vou postar na primeira pessoa do singular , só porque o post da Mary "Sabe aquele dia que nada dá certo?" me fez lembrar de um filminho, meio vagabundinho, "Amazonas na lua" (Amazon women on the moon"),que trata de uma série de pequenas histórias e paródias de filmes de ficção científica da televisão.Crítica bem-humorada da sociedade de consumo e dos meios de comunicação de massa. Entre as histórias está a de um homem sendo atacado por seu próprio apartamento que também estaria no contexto de "Sabe aquele dia que nada dá certo?"No final do vídeo não houve tempo para cortar uma cena de nudez feminina,por isso recomendo que crianças com menos de 16 anos...não , 16 anos acho que é muito...crianças com menos de 14 anos...não,14 não...uns 10 já tá bom...ou não. /Binho/

Sombra estreita

Quero-queros protegendo-se do sol em dia extraordinariamente quente no RS.

Sabe aquele dia que nada dá certo?

E quando bate aquela coceira...

Tempos modernos