terça-feira, maio 31, 2011

"Olha a bala , criançada !"

Poderia ser uma frase que toda criança gostaria de ouvir , mas neste caso , não foi.
Uma professora do jardim da infância , no México , teve que pedir para seus aluninhos deitarem no chão e , então , começou a cantar com eles , para que se distraissem , pois ,"a bala comia solta" do lado de fora , entre gangs de traficantes.
Bons tempos aqueles de Cosme e Damião.

Jogador perde um gol incrível...

O carro que desaparece...

Cerveja é diurética, mas não faz bem aos rins



Por conter substâncias que inibem a ação do hormônio antidiurético, a cerveja ganhou a boa fama de diurética e, por tabela, de amiga dos rins. Afinal, facilitaria o serviço de filtragem das impurezas do sangue. Na verdade, mesmo composta por 95% de água, a bebida tem etanol suficiente para desidratar o organismo. Presente nos drinques alcoólicos em geral, é ele que inibe o hormônio antidiurético, provocando aquela vontade constante de fazer xixi. Com isso o corpo perde líquido, e a concentração de toxinas no sangue aumenta rapidamente. É que o álcool leva muito tempo para ser metabolizado. Alternar copos de água com os de cerveja é uma dica para evitar a desidratação e a sensação da ressaca no dia seguinte. A cerveja, assim como as outras bebidas alcoólicas, ajuda a aumentar a pressão do sangue. É claro que o efeito varia conforme a quantidade de etanol presente na bebida e do número de tulipas que vão goela abaixo. Mas a gente já sabe que pressão alta definitivamente não é benéfica para os rins.


Fonte: CIDA DE OLIVEIRA
SAÚDE - ED. ABRIL

segunda-feira, maio 30, 2011

Como são feitos os Drive-thru

"Essa Coca é Lassie"...

...ou seria "Esse Pitbull é Fanta ?"
Cruzes,tô confuso!...ou não

Meninim abra essa caixinha prá mim...

Se beber não suba no cavalo mecânico

Origami por Brian Chan

Você acreditaria se alguém lhe dissesse que o robozinho Wall-E é um origami feito apenas com uma folha de papel quadrada?



Pois, pode acreditar, agora o Wall-E ganhou a sua versão em origami. Obra do artista Brian Chan, especialista nessas dobraduras de personagens da cultura pop e animais.

domingo, maio 29, 2011

A largada e o largado

epic fail photos - Race Start FAIL gif
see more funny videos, and check out our Yo Dawg lols!

O dia da caça

Antigo e atual

Difícil um pai que não se veja nesta animação da Disney.

Burrice ilustrada do dia

Ciclista no trânsito

Vence quem respeita e quem não abusa.

Hipster Trash Compactor - East London from jssjmsvckry on Vimeo.

Coisinhas que dão alegria

É gostoso ver como ele brinca com a bola.

sábado, maio 28, 2011

(Quase) A maior pirâmide de dominó

Um raio que não partiu nada

Um cara radical e flexível

Mulher ON/OFF/ON

Vai entender...

Posso ajudar ?

Cat and Plumber Gif - Cat and Plumber
see more Gifs

Hino Nacional versão Funk cantado por soldados

Soldados do Exército dançam funk do hino nacional brasileiro. O vídeo é polêmico, foi gravado na cidade de Dom Pedrito, na região oeste do Rio Grande do Sul. Nas imagens seis soldados fardados dançam funk. Primeiramente eles estão sérios, respeitando a introdução do hino nacional. Mas é só chegar à primeira estrofe que começa a "brincadeira". Os seis soldados começam a rebolar, dançar e requebrar até o chão, fazendo do hino um funk.
O desrespeito aos símbolos nacionais é crime previsto no código penal militar e pode resultar em pena de detenção de um a dois anos.

sexta-feira, maio 27, 2011

Os dilemas de uma mulher












Dicas do dia

Como atravessar um riacho por um tronco de árvore caído

Puro equilíbrio...

Baú da Felicidade


Depois de ser obrigado a se desfazer do Banco Panamericano, por causa de um rombo de R$ 4,3 bilhões, o Grupo Sílvio Santos negocia, agora, a venda do Baú da Felicidade.

Materiais reparam-se sozinhos com luz

Reparação automática

Um vidro de relógio riscado ou a lataria arranhada de um carro que se reparam sozinhos quando expostos à luz - a "reparação automática" não é mais coisa de ficção científica.

Um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos e da Suíça está aprimorando este material, um novo tipo de plástico capaz de reparar-se em menos de um minuto quando exposto à luz ultravioleta.

O nome é "polímero metalo-supramolecular", um termo que ainda não faz parte da linguagem comum, mas que logo deverá fazer parte dos produtos do nosso cotidiano.

O novo material pode realmente ter muitas aplicações práticas e "comercialmente úteis", das telas digitais aos objetos comuns de plástico, que riscam ou arranham com muita facilidade.

Pense, por exemplo, nos riscos na pintura de um carro ou em um esmalte de unha, que não exige que a mulher volte ao salão para refazer tudo por causa de um simples arranhão.

Plástico que se auto-conserta

Os plásticos tradicionais são feitos de polímeros, moléculas que formam longas cadeias de vários milhares de átomos, entrelaçadas como espaguete em um prato. Quando aquecido, o plástico derrete e pode ser trabalhado em um molde, por exemplo. Mas ele derrete e flui lentamente, por causa do peso das moléculas e das suas interligações.

Os polímeros metalo-supramoleculares, no entanto, são feitos de moléculas 25 vezes mais curtas, grudadas umas nas outras por átomos de metal.

Quando o material é aquecido, essas moléculas se separam - como elas são leves, a massa flui muito mais facilmente.

Assim que o calor diminui, as moléculas se "reatam" pelas suas extremidades metálicas, e o material recupera suas propriedades originais.

E, para isso, nem é preciso colocar o relógio, o celular ou o carro no forno: uma dose de radiação ultravioleta é suficiente.

"Usamos lâmpadas semelhantes àquelas usadas pelos dentistas para endurecer amálgamas à base de polímero", explica Christoph Weder, do Instituto Adolphe Merkle, na Suíça.

Cura a quente

A quantidade de luz necessária é bem superior à que é fornecida normalmente pelo Sol.

E isto é uma boa notícia, porque significa que esses novos plásticos permanecem estáveis no ambiente, e não correm o risco de se derreterem durante um belo dia de verão.

Por outro lado, quando se tornam líquido e tapam as trincas e arranhões, os polímeros metalo-supramoleculares atingem temperaturas próximas aos 200° C.

Apesar de todo o processo levar menos de um minuto e o calor ser bem focalizado, o perigo de queimadura para quem manipula o objeto é real.

Para evitar isso, os pesquisadores estão trabalhando com vários metais usados como "cola" entre as moléculas.

São eles que convertem a luz em calor, e nem todos precisam atingir a mesma temperatura para romper os laços que mantêm as moléculas juntas.

Profundidade da luz

Falta saber qual é a espessura necessária para que uma camada destes novos plásticos permaneça "auto-reparadora". Por enquanto, os testes foram realizados em folhas muito finas.

"Já que usamos a luz, a profundidade até onde ela pode penetrar o material será sempre uma limitação. E não se pode esperar que a luz penetre em centímetros," admite Weder.

Os pesquisadores sabem que o calor gerado pelos raios ultravioleta se propaga mais profundamente do que a luz. Mas qual é o seu alcance? A questão ainda está em aberto, e descobrir isto é um dos objetivos dos pesquisadores.

"Por enquanto, ainda se trata de pesquisa fundamental," explica Weder. "Não buscamos desenvolver produtos para o mercado, mas sim conceitos, ferramentas que podem ser usadas para desenvolver os materiais comercialmente úteis."

Font: Inovação Tecnológica

Dominique, nique, nique

Bons tempos em que Dominique era apenas uma música inocente…
Veja a versão em homenagem ao Strauss-Kahn....Dominique-nique-nique

quarta-feira, maio 25, 2011

Fiscalização da Copa 2014

EXTRA! EXTRA!

Só no EXTRA.
Acho que não deve ser muito boa.


Aprendendo a falar errado

Como pode uma propaganda com erro de português ser veiculada.Além disso , a propaganda é "meia" chata.




O Ministério da Cultura adverte : Propaganda da Brahma pode reprovar você no ENEM.

Prodígio da cor

Confesso que vi várias vezês o vídeo afim de escrever algo que não fôsse parecido com aquelas frases feitas pelos analistas das artes ,principalmente as que se referem às obras de pintura.

Após estar como que hipnotizado , me deixei levar à uma viagem a este pequeno cérebro e este me levou a caminhos de desejos , de vontades , de prazeres , de descompromissos , enfim , de liberdade.

Aelita Andre , de 4 anos , se lambuzando , lambuzou minha alma de tinta e de paixão.
Numa pintura aleatória , ela parece soltar seus pensamentona na tela , exprimindo suas alegrias.

Por tudo isso , ou mais , Aelita Andre fará sua primeira mostra individual em Nova York, em 04 de junho , na Agora Gallery.


terça-feira, maio 24, 2011

E quem não gosta de sorvete?



FMI - Falta Muita Inteligência...

...e está sobrando para os engenheiros , que estão desenvolvendo um novo tipo
de "camareira" , depois que o presidente do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn, foi detido no aeroporto de Nova Iorque , acusado de "agressão sexual, sequestro e tentativa de violação" de uma empregada de um hotel.

Trata-se de algo que não tem pernas e sim hélices.Assim,será mais fácil fugir , inclusive pela janela , coisa que a camareira não pôde fazer.


Waterloop with onboard camera from Jago Svensson on Vimeo.

Ui ui.... que frio!

Quem disse que tartaruga é lenta

sábado, maio 21, 2011

Coca + Mentos

Veja bem de perto como é :


funny gifs

As mulheres nasceram assim...

Quando se fala em discutir a relação, a maioria dos casais sente arrepios só de pensar. No entanto, no caso de Lara e Tutu, a conversa não é tão pesada assim. A garotinha, bem resolvida, deixa claro que vai procurar outro namorado, já que o atual não quer carinho. Ela chega a dizer que quer um homem que tenha amor e carinho.

Confira no vídeo:

Bêbado chorão tem medo de injeção

Se beber não dirija...

“Ai, que preguiça…” Cafuné dá um sono!

quarta-feira, maio 18, 2011

"Por uma vida melhor": a celebração da ignorância




Realmente é difícil de acreditar, parece brincadeira, gozação.
Estão atacando nossa juventude, estão destruindo o futuro desse país.
Nóis que nunca tivemo protunidade de ispreçar noças idéa istámu muinto sastisfeito com o pogreço do páiz! Viva a Era do Lula!
Avante PT!

Leia ► aqui

Homem fazendo loucuras com a scooter

Cabeleireira cria sapato de salto feito com cabelo

Vender cabelo para produção de perucas rende uma boa grana para quem tem cabelo comprido, bem tratado e sem químicas. Agora, os cabeludos também podem oferecer sua matéria prima para uma senhora de Taiwan. A dona de um salão de cabeleireiro da cidade de Taichung, Tsai Shiou-ying, de 54 anos, atraiu a atenção da mídia por ter criado peças artísticas curiosas, incluindo um sapato de salto feito de cabelo humano.

Ela já havia ganhado vários prêmios por sua habilidade em fazer diferentes estilos de corte de cabelo. Então, ela decidiu usar sua criatividade e os restos de cabelo que varria todo dia para fazer arte. Agora, Tsai está expondo seus produtos: broches, um abacaxi feito de cabelo, uma escultura em forma de rato, e o tão falado sapato. “Eu amo sapatos de salto, mas meus pés são chatos. Eu posso até olhá-los e experimentá-los, mas se eu compro um par, eles ficam parados juntando mofo. Eu não consigo usar, então, resolvi fazer um para mim. Desta maneira, mesmo não podendo usar, pelo menos sei que criei uma obra de arte”, disse a cabeleireira.

Ela levou um mês para terminar um par e disse ter precisado do cabelo de pelo menos três pessoas (as “doações” foram feitas por amigos e vizinhos). De acordo com Tsai, seu trabalho artístico só pode ser feito com cabelo humano, pois os sintéticos não aguentam o calor e a cola empregados no processo. Seu próximo passo é fazer roupas com cabelo. Alguém quer ajudar?



Via HypeScience

Ronaldinho Gaúcho participa de programa na Argentina

Apresentador Marcelo Tinelli foi tentar fazer graça acabou virando a graça.

Ronaldinho Gaúcho esteve em um programa de auditório da televisão argentina e, como de costume, mostrou sua habilidade com a bola de futebol. Apresentado ao som de pagode, o brasileiro fez embaixadinhas e surpreendeu o anfitrião com um rolinho (passou a bola no meio das pernas) logo em seus primeiros segundos no palco.

O deslumbramento do apresentador Marcelo Tinelli era tanto que ele em seguida tentou imitar os “malabarismos” do jogador do Flamengo. O problema é que nem todos têm o mesmo talento com a bola nos pés. A tentativa acabou em um acidente vergonhoso para o apresentador. Caro Tinelli, melhor é deixar esse tipo de coisa para os profissionais. Crianças, não tentem fazer isso em casa:

Essa foi por pouco

Pombo sortudo...


E depois que acaba o filme ?

Depois que acaba o filme , normalmente , começa a passar os créditos.Mas com o saudoso Leslie Nielsen a diversão continua.
Abaixo uma coletânea de finais de "Police Squad".Pena que acabou...ou não.

segunda-feira, maio 16, 2011

Instrumentos da Orquestra



Instrumentos de uma orquestra sinfônica, de música erudita. Você passa o mouse sobre determinado instrumento e escuta o som, enquanto lê as informações, a história, a maneira de tocar os instrumentos. Muito legal.

Clicando no maestro a orquestra toca a abertuta do Guarani de Carlos Gomes. Vejam que interessante.

Clique ►aqui

Olha o bicho preguiça!

São poucas as pessoas que se dão ao trabalho de parar e tentar ajudar de alguma maneira!
Ainda bem que existem pessoas assim que respeitam os animais.




Nova técnica de engraxar sapatos de couro


Oposição cobra que Palocci explique o aumento de seu patrimônio

A oposição pediu esclarecimentos ao ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, sobre sua evolução patrimonial desde 2006.

Reportagem publicada pela Folha mostra que o patrimônio do titular da pasta cresceu 20 vezes nos quatro anos em que ele esteve na Câmara dos Deputados --período imediatamente posterior à passagem dele pelo Ministério da Fazenda, no governo Lula.

Em 2010, Palocci comprou um apartamento de R$ 6,6 milhões; um ano antes, um escritório de R$ 882 mil. Ambos os imóveis ficam na região da avenida Paulista, área nobre de São Paulo, e foram adquiridos por meio de uma empresa da qual o ministro é sócio principal (ele tem 99,9% do capital).

Em 2006, quando se elegeu deputado federal, Palocci havia declarado à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 375 mil, em valores corrigidos pela inflação.

Como deputado, entre 2007 e 2010, Palocci recebeu em salários R$ 974 mil, brutos.

O PPS prometeu acionar o Conselho de Ética da Câmara para apurar a conduta do ex-parlamentar. O PSDB pediu que o chefe da Casa Civil preste esclarecimentos à sociedade. Já o Democratas instou a Receita Federal a se pronunciar sobre o caso.

"É melhor o ministro esclarecer qual a renda da sua empresa, quais os serviços prestados e qual o lucro que obteve com ela. Como homem público, não tem razão para não dar explicações", disse o presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE).

Já o senador José Agripino Maia (DEM-RN) afirmou que "a Receita deve se pronunciar a respeito". "Palocci precisa explicar a origem desse dinheiro", afirmou Rubens Bueno, líder da bancada do PPS na Câmara.

NOTA OFICIAL

Na tarde deste domingo, a Casa Civil soltou uma nota. Diz que a evolução de Palocci, pessoa física, consta de sua declaração de renda e que as atividades da empresa foram reportadas à Comissão de Ética da Presidência da República quando da posse do ministro.

A assessoria de imprensa afirma que a empresa de Palocci, a Projeto, prestou serviços para a iniciativa privada e que os dois imóveis foram comprados com recursos próprios.

A Casa Civil não informou para quem a Projeto trabalhou, quem entrava em contato com clientes, qual foi o faturamento do negócio, como era a rotina de Palocci na empresa e se o ministro relatou à Presidência a compra do apartamento e da sala comercial.

Menino se empolga no palco com o ritmo da música

domingo, maio 15, 2011

O que as cores dos carros dizem

Preto

"O senhor pode escolher qualquer cor desde que seja preto", dizia Henry Ford. Aplicada com pigmentos escuros, tintas à base de nitrocelulose secavam mais rápido. Como nesse Horch 853 (1936), até fins dos anos 1930, as montadoras ofereciam só algumas poucas lacas coloridas. Hoje, automóveis em cores escuras são os mais populares. Até porque, mais tarde, esses carros são mais fáceis de vender.

Cinza

A partir dos anos 50, as cores passaram a corresponder ao espírito da época. De acordo com o otimismo do milagre econômico, os motoristas preferiam tons suaves ou cores pastéis. Também por razões de segurança, tons leves de cinza-prata tiveram muitos seguidores. Esse DKW F93 (1958) cinza metálico com teto branco mostra uma tendência para pintura em dois tons, que durou até bem depois dos anos 60.

Azul

Somente no final dos anos 1930, os avanços tecnológicos permitiram oferecer uma paleta mais ampla de cores. Todavia, este Wanderer W23 (1939) só veio ao mercado em tons mais escuros. Outra característica era sua dupla cor: carroceria azul, para-lama preto. Carros azuis foram muito populares até a década de 1960. Como cor do céu, azul é positivo, expressa imensidão e infinito.

Dupla cor

Na década de 1930, as estradas eram cheias de pedregulhos. O para-choque e sua pintura tinham de ser protegidos contra os choques de pedras. Para o para-choque, era usado uma tinta preta à base de asfalto. O chassis era pintado separadamente da carroceria, que poderia ter uma cor diferente, conforme o desejo do comprador.

Roxo

Cores ousadas como o roxo só se encontram hoje em carros bastantes caros ou nos muito baratos. Em carros caros, o roxo permite a visão de muitos detalhes, como as entradas de ar laterais desse Lamborghini Diablo (1996). Além disso, alguém que compra um carro caro tem o direito de aparecer. Em carros muito baratos, por outro lado, tais cores são usadas para que se possa, pelo menos, aparecer.

Vermelho

No início dos anos 1980, os anos coloridos terminaram na Alemanha. Só alguns poucos individualistas queriam chamar a atenção com seu carro. O vermelho, todavia, permaneceu popular. Nesse Audi quattro (1984), ele cai muito bem. Afinal de contas, os anos 80 foram a época dos ralis. Hoje, vendem-se poucos carros vermelhos. Mas isso pode mudar, já que cada vez mais mulheres compram carros.


Laranja

O movimento hippie trouxe mais cores para as ruas. Nos anos 1970, laranja era uma cor bastante normal, já que afinal de contas, tudo era colorido: cortinas, telefone e também o carro, como este Audi 1000 Coupé S (1973). Assim como o vermelho, laranja é uma cor bem esportiva. Hoje, todavia, praticamente só carros do serviço público são laranja na Alemanha: caminhões de lixo e varredoras de rua.

Amarelo

Após a reunificação em 1990, o colorido voltou às estradas alemãs. Sobretudo na antiga Alemanha Oriental, onde os compradores avançaram sobre os carros em cores brilhantes, como este Audi S2 Coupé (1992). A pintura dos carros da Alemanha Oriental havia parado nos anos 1950: apenas tons pálidos. Hoje em dia, o amarelo ocupa uma das últimas posições na escala de popularidade.


Verde

Após a crise energética do início dos anos 70, um verdadeiro boom na venda de automóveis aconteceu em 1977. Em grandes estacionamentos da época, tinha-se a impressão de que mais da metade de todos os carros tinha cores berrantes. Quanto menor fosse o carro, mais colorido e chamativo ele era, como este Audi 80 GTE(1976). Carros verde-claro são uma raridade nas estradas de hoje.


Preto fosco

Já no final dos anos 60, nos EUA, um carro normal tinha tantos cavalos quanto um carro de corrida. Foi a época dos "muscle cars" e das cores brilhantes. Nas pistas de teste, todavia, o capô desses carros refletia tanto que os pilotos de prova disseram: pintem o capô de fosco. Isso se tornou uma tendência. Até hoje, capôs preto fosco são usados frequentemente nos assim chamados carros tunados.


Marrom

Até 2008, o marrom metálico foi pouco apreciado. Porém, a era dos carros pretos e prateados vai acabar em breve, dizem especialistas. Tons quentes como marrom, bege e dourado são a nova tendência. Tais cores refletem o espírito da época atual, marcada pela ameaça terrorista e crise financeira. A moradia e o carro se tornam cada vez mais "zonas de conforto", como nesse luxuoso Audi R8 (2010).


Ouro

Cores metálicas já existem desde os anos 30. No início, eram adicionadas escamas de peixe moídas à pintura. Porém, era necessário 1,5 tonelada de peixe para a pintura de um só carro. Mais tarde, foram utilizadas raspas de alumínio. A pintura metálica moderna surgiu somente nos anos 60. Este Auto Union Sp Coupé (1964) bronze metálico é do tempo das limusines cor de bombom.


Prata

Em meados dos anos 90, começou uma nova era de primazia para as cores de automóveis. Com o fim do século, acabou também o triunfo da cor vermelha. Tal como neste Audi TT (1995), teve início a era dos carros cinzentos e prateados. A primeira década do século 21 foi marcada por cores metálicas. A cor prata é esportiva, de fácil manutenção e lidera ainda hoje a lista de novos licenciamentos.


Branco

Embora o branco seja a cor do luto no Japão, especialmente em países com sol abundante os carros brancos são bastante populares. Por muito tempo, essa foi a cor de veículos de empresa na Alemanha. Hoje, o branco está em ascensão. Branco representa tecnologia e corresponde à cor da geração iPod-Facebook. O branco é a tendência atual, e continuará a ser nos próximos tempos.


Gradiente da cor

Nem todas as cores combinam com todos os carros. E também não combinam, certamente, com todos os proprietários.

A exposição "Gradiente da cor" pôde ser vista no
Museu Audi Mobile em Ingolstadt.


Fonte ► DW-World.de: Deutsche Welle