segunda-feira, janeiro 31, 2011

Adivinhe o que é... pelo cheiro

Um participante de um game show chamado Total Blackout tem que identificar as coisas, no escuro, através do olfato. Um dos itens é bastante incomum...ou não.

Comparações planetárias

Como veríamos alguns planetas, inclusive a própria Terra, em nosso céu, se estivessem na mesma posição que se encontra a nossa Lua. Bastante curioso...ou não.

Frase ilustrada do dia

"Não considere doloroso o que é bom para você."
Eurípedes

Inversão de valores

Que tal voar com a ajuda de uma mochila?

Um inventor canadense desenvolveu uma mochila capaz de fazer com que o usuário voe a 10 metros de altura do solo a uma velocidade de até 35 km/hora. Loucura? Para Raymond Li, não é. Batizada de JetLev, a mochila voadora é movida a água e deverá ser usada, primeiramente, por resorts, agências de aluguel ou qualquer pessoa que tenha US$ 175 mil, o equivalente a R$ 293 mil, para gastar.

Li disse que a invenção poderá ter outros usos, como resgate e reparos no mar.

O inventor, que levou dez anos para desenvolver a mochila, colocou o motor e o combustível em um reservatório separado para que o equipamento mantenha uma relação entre o impulso e o peso três vezes maior do que os jatos mais poderosos.

A água para a mochila é transportada por uma mangueira. Com ajuda de controles manuais, o "piloto" consegue voar ao liberar a água por dois tubos. "É a mesma força que um bombeiro sente ao apontar um jato d’água ao fogo", disse Li à revista NewScientist.

Quando está no ar, voando sobre a água, o piloto quase fica sem peso graças a uma combinação de forças que deixa o voo bem suave. Quem já experimentou compara o aparelho a um verdadeiro tapete mágico.

Confira o vídeo da JetLev em ação:



Época NEGÓCIOS

domingo, janeiro 30, 2011

Marcos de 125 anos do automóvel

Invenção do automóvel

Em 29 de janeiro de 1886, Carl Benz entrou com pedido de patente de seu triciclo motorizado no Departamento Imperial de Patentes da Alemanha. Esse foi o primeiro automóvel a gasolina do mundo. Com três rodas, ele era mais fácil de manobrar do que a carruagem motorizada de Gottlieb Daimler, desenvolvida paralelamente. Benz e Daimler nunca se encontraram. A fusão de suas firmas só ocorreu em 1926.

Nasce uma marca

Sob encomenda do empresário Emil Jellinek, Wilhelm Maybach construiu o Mercedes-Simplex 40 cv. Apresentado em 1901 pela firma de Daimler, ele é considerado o primeiro automóvel moderno do mundo, servindo de modelo para futuros carros esportivos e de corrida. Este exemplar de 1902 é o mais antigo Mercedes ainda existente, batizado com o nome da filha de Jellinek, Mercedes.

Flecha de Prata

Os mecânicos da Mercedes-Benz rasparam a laca de seu automóvel de corrida, originalmente pintado de branco, a fim de diminuir seu peso para a Fórmula 750 kg de 1934. Um quilo mais leve, ele pôde disputar e venceu a corrida. Mais tarde o veículo foi denominado "Flecha de Prata". Na foto, vê-se o W 125 ganhando o Grande Prêmio de Trípolis de 1937. Prata tornou-se a cor dos carros de corrida alemães.


'Asa de gaivota'

O ano de 1952 marcou o lançamento de um carro cuja fascinação se mantém até hoje: o 300 SL, com suas célebres "asas de gaivota". Após a guerra, ele foi o primeiro veículo com o qual a Daimler-Benz retomou sua tradição de corridas. Como nenhum outro automóvel, o "Asa de Gaivota" se tornou símbolo do desejo por um futuro grandioso. É o carro dos ricos e famosos.

O Fusca

O avô de todos os VW nasceu no início da motorização em massa. Em 1934 Ferdinand Porsche entregou a Berlim seus planos para construção de um carro popular alemão. Este estava pronto para produção em série em 1939, mas a guerra o impediu. Na foto, vê-se um Fusca no Salão do Automóvel de Frankfurt de 1951. O carro passou a ser produzido em Wolfsburg logo após a guerra, já a partir de 1945.


'Última Edición'

Já em 1955 o milionésimo Fusca deixava a fábrica. Em 1972 chegou a ser o carro mais fabricado no mundo. Na Alemanha, foi produzido até 1978, depois disso só no Brasil e no México. Em 30 de julho de 2003, o último Fusca, da série "Última Edición", deixou a linha de montagem na cidade mexicana de Puebla. No total, foram produzidos mais de 21 milhões de exemplares.


A primeira Kombi

Por sugestão do importador holandês Ben Pon, a Volks desenvolveu em 1949 uma perua robusta e de baixo custo de produção. Em 1950, teve início a produção em série da Kombi (do alemão "Kombinationsfahrzeug", ou veículo multiuso). Com janelas panorâmicas, a partir de 1951 ele também se tornou um popular carro de passeio. Numa versão atualizada, a Kombi VW é fabricada até hoje.


Porsche ao volanteImage and video hosting by TinyPic
Por encomenda da federação da indústria automotiva alemã, Ferdinand Porsche projetou em 1934 um "Volkswagen" (carro popular, em alemão). A foto de 1936 mostra seu filho Ferry Porsche em Tübingen, ao volante do protótipo do VW (V2). Já em 1946, Ferry Porsche assumiria todas as responsabilidades pela empresa da família. Em 1948, foi produzido o primeiro carro esportivo sob o nome Porsche.


Clássico e veloz

No Salão Internacional do Automóvel (IAA) de 1963, a Porsche apresentou o sucessor de sua linha 356, apresentado como Porsche 901. Porém a Peugeot reservara para si o direito de usar números de três dígitos com um zero no meio, e a Porsche teve de retirar o 901. Assim nascia a combinação mágica "911". O motor traseiro – refrigerado a ar e com o típico som da Porsche –tornou-se lendário.


Sobre quatro rodas
O Audi Quattro foi o primeiro carro particular com tração permanente nas quatro rodas fabricado em série. A ideia proveio de um veículo off-road que a Audi produzira para as Forças Armadas Alemãs. Quando a firma de Ingolstadt o lançou em 1980, ele se tornou uma sensação e, para a Audi, a porta de entrada para os ralis. Em 1988, um Audi 200 Quattro venceu a lendária corrida TransAm, nos EUA.


Quatro anéis
Os quatro anéis da Audi são o logotipo de um dos mais antigos fabricantes de automóveis da Alemanha. Eles simbolizam a fusão, efetuada em 1932, de quatro montadoras até então independentes: Audi, DKW, Horch e Wanderer. Elas formaram a Auto Union, que deu origem à atual companhia Audi. Nos anos 60, a firma NSU se juntou ao grupo.


A vez dos bávaros
A história da Fábrica de Motores da Baviera (BMW, na sigla em alemão) começou em 1917 com um motor para aviões. Em 1923 ela lançava seu primeiro produto nas ruas: a motocicleta BMW. Com o BMW 328 Roadster, ela venceu em 1940 o 1° Grande Prêmio Mille Miglia, na Itália, uma vitória comprovou seu avanço na construção leve e aerodinâmica. A grade em "duplo rim" é até hoje a marca dos carros da BMW.

BMW pioneiro
Em 1972, o BMW Série 5 foi um divisor de águas na história da montadora bávara. Ele deu início à subdivisão das diversas séries, válida ainda hoje, e influenciou o design de todos os modelos subsequentes das séries 3, 6 e 7,. A mais avançada tecnologia de computadores garantia, já naquela época, soluções exemplares no âmbito da segurança passiva.


Carro popular da RDA
Entre 1958 e 1991, foram construídas 3.096.099 unidades do Trabant, a maioria do modelo 601. Em 30 de abril de 1991, o último deixou a fábrica Sachsenring, em Zwickau. Com motor de dois tempos e carroceria de plástico, ele foi o carro popular da Alemanha Oriental. O fim do Trabant não significou o fim da produção automotiva na Saxônia: em Mosel, próximo a Zwickau, a Volks ergueu uma nova fábrica.


Carro artístico
Criado pelo artista Jeff Koons, este BMW modelo M3 GT2 é o "Art Car 2010" da firma bávara. O projeto surgiu em 1975. Até hagora, 17 artistas de todos os continentes contribuíram para a estética da coleção, entre eles Alexander Calder, Roy Lichtenstein e Andy Warhol.

Fonte:Deutsche Welle

Polvo mora dentro de uma garrafa de cerveja

Você acha seu apartamento apertado? Então dá uma olhada no lugar que esse polvo escolheu pra viver. Uma garrafa de vidro de 600ml, dessas usadas pra envasar cerveja.

É impressionante, mas essa habilidade não é exclusiva desse cara aí. Os polvos são famosos por serem extremamente flexíveis e passarem por qualquer lugar que caiba o seu bico duro. O resto do corpo é tão macio que se modela ao lugar.

Isso é um ponto muito favorável quando precisa se esconder de um predador ou mesmo correr atrás de uma comida ligeira.

sexta-feira, janeiro 28, 2011

curta & boa

A caminho da palestra

Image and video hosting by TinyPic
Um sujeito com andar cambaleante é parado pela polícia às quatro horas da manhã.

O policial pergunta: -Para onde o senhor está indo?

- Estou indo para uma palestra sobre os efeitos do álcool no corpo humano.

O policial pergunta novamente: -E quem vai dar uma palestra a essa hora da madrugada?

- Minha mulher...

Image and video hosting by TinyPic


____________________________________________________



O telefone toca, à noite.

Marido:

- Se for para mim, diga que eu não estou em casa.

Mulher responde:

- Ele está em casa.

Marido:

- Mas… que diabos!

Mulher:

- Era para mim!

Os melhores "Fail" - Janeiro 2011

Segue abaixo um vídeo de compilações "FAIL" - Janeiro de 2011.

Sessenta e cinco segundos de pura diversão

As façanhas do Meo, o cachorro skatista.

Não existe nada pior do que uma briga envolvendo vizinhos...

Efeito de "Coca-Cola + Mentos"

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Dias da semana

Segunda, seis da manhã


Terça, oito da manhã


Quarta, meio-dia


Quinta, duas da tarde


Sexta, seis da tarde


Sábado


Domingo


Domingo, depois das dez da noite


Morcego dorme em planta carnívora



Pesquisador descobriu que uma espécie de morcego dorme dentro de planta carnívora nativa em forma de jarro. Para retribuir, o animal oferece suas fezes e urina como alimento ao vegetal. A simbiose -relação entre dois seres vivos de espécies diferentes, onde ambos saem ganhando - foi desvendada por Ulmar Grafe, pesquisador da Universidade Brunei Darussalam.



Ao tentar entender como as plantas carnívoras da espécie Nepenthes rafflesiana conseguiam todos os nutrientes que precisavam para sobreviver no solo pantanoso e pobre de Bornéu, Grafe observou que pequenos morcegos costumavam se abrigar dentro do jarro da planta.

A planta carnívora mantém seu líquido digestivo, usado como armadilha para capturar insetos, dentro do jarro em um nível baixo para não atacar aos morcegos. O animal aproveita o abrigo seguro para defecar e urinar, longe de encarar os restos como um insulto, a planta também tira proveito, digere tudo e obtém nutrientes essenciais à sobrevivência, como o nitrogênio.

O estudo, divulgado na publicação especializada Biology Letters , ajuda a mostrar como espécies aparentemente tão distantes dependem uma da outra – e do equilíbrio do ecossistema – para sobreviver.

Revista Galileu

É sinal do fim do mundo…


A partir deste mês, Lula dará palestras pelo custo módico de R$ 100.000,00 (cem mil reais).
Se isso pega, quanto cobrará o Tiririca?

Hora da feijoada...

PT decide pagar salário mensal de R$ 13 mil a Lula

Ele receberá novamente, no dia 10, o título simbólico de "presidente de honra" do partido. O novo salário de Lula se soma às duas aposentadorias que ele recebe, a de anistiado político, e outra por invalidez devido à perda do dedo. De acordo com José Eduardo Dutra, presidente de fato do PT, não tem por que não pagar o valor a Lula. "Ele é um importante dirigente político, está se dispondo a trabalhar junto com o PT". As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O salário de Lula já vale a partir de janeiro. Ele terá carteira assinada como assessor do PT, já que o estatuto da legenda não prevê pagamento para cargo simbólico. Segundo aliados do ex-presidente, suas aposentadorias somam R$ 9 mil ao mês. No patrimônio declarado em 2006, havia R$ 478 mil em aplicações financeiras, em valores da época.

Chopeira enche 56 copos em 1 minuto

Uma espécie de chopeira que enche os copos pelo fundo em poucos segundos está se tornando a sensação do mercado cervejeiro. Inventada pelo empresário Josh Springer, 28 anos, da cidade de Montesano, em Washington, nos Estados Unidos, a chopeira “mágica” é capaz de encher 56 copos de cerveja em apenas um minuto.
Chamada de "Bottoms Up Draft Beer Dispensers", a tecnologia conta com um ímã circular no fundo do copo de plástico. Sob a pressão do barril de cerveja, o ímã se levanta para permitir a entrada da bebida. Com o peso do líquido no copo, o ímã volta ao lugar, permitindo que o copo cheio seja retirado sem vazar. Com esse sistema, é possível conseguir menor desperdício de cerveja e menos espuma, já que o copo é enchido rapidamente e sem mexer muito.

A máquina já está presente em diversos locais dos Estados Unidos, inclusive em estádios de futebol americano. Para fazer com que o preço do copo, naturalmente mais caro por causa da tecnologia com o ímã, não chegue ao cliente, a empresa colocou em curso uma campanha para atrair marcas que desejem anunciar nos ímãs.

O jovem empresário diz estar entusiasmado com os rumos da empresa. Springer tem planos para começar a vender o produto em outros países e afirma que é procurado por estabelecimentos do Brasil mais do que por qualquer outro lugar do mundo.

Confira como a chopeira funciona no vídeo abaixo.

Adoráveis! "Cavalo ♥ Gata"

quarta-feira, janeiro 26, 2011

Mais uma da série: Filho criado somente pelo pai!

Encantado pela líder de torcida, menino pede e ganha um beijo no rosto.

Frase ilustrada do dia

"O amor é como capim: você planta, ele cresce... aí vem uma vaca e acaba com tudo."


Sorriso LED vira moda no Japão

No Japão, a moda agora é exibir um sorriso LED. O dispositivo é simples: uma ínfima lâmpada LED é instalada dentro da boca, colorindo os dentes. Os interessados podem até ter um controle remoto para mudar a cor da luz. O inventor chama o produto de "uma festa na sua boca".



Blog do Fernando Moreira

Um dia na praia

O que poderia arruinar um dia perfeito?

► Enviado pelo próprio Travis Kurtz.

terça-feira, janeiro 25, 2011

São Paulo - 457 anos

Confira imagens de criaturas com camuflagens espetaculares

A espécie Gongylus gongylodes encontra uma excelente camuflagem entre as folhas mortas.


Invisível: sapo da espécie Platypelis grandis se esconde em musgo no Parque Nacional da Península Masoala.



Uma mariposa se camufla na casca de uma árvore no jardim de Hyde, em Derbyshire.



Uma rocha serve como camuflagem para este peixe que habita fundos arenosos do mar na Ilha de Skye.




Próximo do invisível: a espécie Hymenopus coronatus se camufla na planta enquanto espera para emboscar suas presas.



Lagarto se camufla perfeitamente em tronco de árvore, com a ajuda de musgos, em uma floresta tropical no Parque Nacional da Península Masoala,nordeste de Magagascar


(Redação Terra)

segunda-feira, janeiro 24, 2011

domingo, janeiro 23, 2011

Da série "Herrar é Umano"


Museu de invenções inúteis

Local foi criado por dupla de empreendedores que queria dar uma segunda chance a criações que não tinham utilidade alguma.

O Nonseum é um museu localizado no vilarejo de Hernnbaunmgarten, na Áustria. Em vez de objetos que marcaram época, a instituição expõe um conjunto de invenções sem qualquer utilidade. A ideia veio da dupla Fritz Gall e Friedl Umscheid, quando os dois estavam tomando algumas cervejas em um bar e notaram uma garçonete limpando mesas. Depois que um dos lados do pano ficava sujo, ela virava o objeto para utilizar o outro lado. Os dois concluíram que todas as coisas merecem uma segunda chance, não importa quão estragada ela esteja.



O museu, que foi criado em 1983, tem hoje centenas de invenções sem propósito. Há pouco tempo, o Nonseum comemorou a marca de 100 mil visitantes.

Abaixo você conhece alguns dos objetos expostos, como o cigarro com um filtro em cada ponta, o “anonimizador portátil” e a bengala com roda.

Cigarro com filtros nas duas pontas



O “anonimizador portátil”



Bengala com roda



O "segura-rolha" - um dispositivo que mantém a rolha voando quando você estoura.



Trenó de neve dobrável

►Revista PEGN