quarta-feira, outubro 26, 2011

Cachaça é para degustação e a “Marvada” pra bebedeira...

Velho Barreiro lança edição luxo com garrafa cravejada de diamantes, novidade tem edição limitada e será vendida apenas pelo site da empresa, por R$ 220 mil reais.



Após dez meses entre concepção, projeto e desenvolvimento, e US$ 350 mil de investimentos, a Velho Barreiro apresenta ao mercado sua edição mais do que especial, a Diamond. A cachaça mais cara do mundo, que será vendida apenas pelo site da empresa por R$ 220 mil reais, é envasada em garrafa Axel, desenhada pelo tradicional fabricante de cristais e garrafas especiais Saveglass, diretamente de Paris, na França. O recipiente é feito de uma armação toda em prata e ouro e cravejada por 212 diamantes, em um total de 7,3 quilates.

O produto foi desenvolvido a partir do blend de duas qualidades de cachaça. A primeira, oriunda da própria destilaria Velho Barreiro, possui pequenos lotes de cachaça que são envelhecidos por cinco anos em toneis de madeira jequitibá. A segunda tem origem na cidade de Miguel Pereira, região serrana do Rio de Janeiro, e é conhecida pela qualidade de suas cachaças artesanais. A aguardente é produzida em alambique de cobre, destilado em três panelas e armazenado por cinco anos em toneis de carvalho.

“Fomos buscar o que há de melhor em cachaça para tornar esse produto uma referência no setor tanto no mercado interno quanto no externo. É uma grande ousadia”, diz César Rosa, presidente das Indústrias Reunidas de Bebidas Tatuzinho e do Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC). Segundo o executivo, serão comercializadas apenas 60 unidades da garrafa em todo o mundo e o recipiente pode ser personalizado.

“O poder aquisitivo das classes A e B tem crescido muito nos últimos anos. É este público que compra mais de 40 Ferraris por ano ou troca a cada dois anos seu helicóptero. É o empresário que deseja presentear um amigo e não sabe o que dar. Pode perfeitamente ser um presente diferente e que será eternamente preservado na memória”, assinala.

Além da edição limitada cravejada de diamantes, a empresa pretende comercializar a mesma cachaça Velho Barreiro no varejo. Porém, a garrafa estilizada, sem diamantes, custará bem menos, entre R$ 90 e R$ 120 a unidade.

Via Hotelnews

Nenhum comentário: