domingo, dezembro 26, 2010

Glaciar Perito Moreno - Patagônia Argentina


Um dos lugares mais fantásticos do planeta está localizado na cidade de El Calafate na Patagônia Argentina. Existem muitos outros glaciares espalhados pelo planeta, mas o que torna o glaciar Perito Moreno único pela união de fatores como beleza, grandiosidade, atividade constante e acessibilidade. Perito Moreno é um dos glaciares do Parque Nacional Los Glaciares, pertencente ao banco de gelo continental sul, uma das maiores reservas de água doce do planeta.


Rio de Gelo

Trata-se de uma “língua” de gelo que desce das altas montanhas escavando no seu caminho um vale de 36 quilômetros de extensão. Ao visitá-lo você poderá observar a sua frente, o ponto onde a massa de gelo com mais de 80 metros de altura encontra um dos braços do lago Argentino. Através de passarelas de madeira, é possível chegar, com segurança, a pouca centenas de metros das suas majestosas paredes de tom azulado e escutar seu rugido. Isto mesmo, o glaciar ruge. Enquanto avança a uma velocidade de 2 metros/dia, os imensos blocos de gelos chocam-se entre sim, racham e erosionam as pedras do solo provocando barulhos monstruosos que nos dão a impressão que o glaciar está vivo. E de certo modo esta! Comparado a outros glaciares que estão em franco retrocesso, o Perito Moreno continua em equilíbrio, produzindo gelos na mesma proporção que o perde. Por isto, qualquer visitante poderá observar a quebra e queda de imensos blocos de gelo, que se desprendem de suas paredes. É um espetáculo único! Uma demonstração de poder e majestade da natureza.

As Passarelas

Para quem visita o glaciar o êxtase é ficar horas fio diante daquela massa gelada tentando descobrir onde cairá o próximo bloco. O enorme estrondo provocado pelo impacto do gelo com a água, em contraste com o silêncio que reina no local, faz o coração bater mais forte. Mas o gelo é perigoso e deve ser admirado de uma distância segura. Até 1988 já haviam morrido 32 pessoas ali, vítimas de pedaços de gelo ou das ondas de quase 3 metros formadas pela queda. Hoje as passarelas protegem os visitantes e delimitam o perímetro. Este espetáculo ocorre todos os dias, em todas as horas e pode ser admirado tanto no verão como no inverno.

Rompimento – Um espetáculo único

No entanto, em algumas ocasiões o próprio glaciar Perito Moreno se supera. Quando a produção de gelo é maior do que a perda, o glaciar avança até tocar na terra e represa o lago que passa na sua frente. Conforme passam os dias, a massa de gelo cresce e com ela o nível do lago bloqueado. Acontece então uma luta silenciosa entre o gelo e a água. Uma queda de braço silenciosa que pode durar meses. Quando a pressão da água consegue furar a resistência do gelo, ocorre o fenômeno conhecido como “rompimento do glaciar”. Primeiro um pequeno túnel se forma, jorrando água cada vez mais forte através do gelo. Com o atrito da água, o túnel vai aumentando e enormes blocos de gelo vão caindo. Tudo isto em rápida seqüência. Em determinado momento, forma-se uma gigantesca ponte de gelo que finalmente acaba colapsando com enorme estrondo e atirando pedaços de gelo para todos os lados. É um privilégio (e muita sorte) ver este espetáculo.Seja qual for a maneira que você escolher para visita Perito Moreno, pode ter certeza que ficará encantado diante de tanta beleza criada por Deus.

Cruzeiros chegam perto da geleira




Veja mais fotos do glaciar Perito Moreno


Fonte

Um comentário:

Rogerio (Minas Gerais) disse...

Parabéns ao blog pelas imagens únicas, texto muito bem redigido e informações preciosas para quem quer conhecer este maravilhoso glaciar-espetáculo da natureza. Estive lá em dezembro passado (na primavera) e pude ver este esplendor azul.