segunda-feira, janeiro 04, 2010

Invenções esquisitas de 2009

O que as empresas inventaram de mais inusitado neste ano de 2009. Confira!

No Japão, inventaram neste ano de 2009 uma calça jeans com biquini acoplado.

Cientistas húngaros desenvolveram em 2009 um concreto através do qual é possível ver. Preenchido com fibras ópticas, esse bloco pré-fabricado permitem que a luz passe de um lado para o outro.

Um skate para descer rampas de terra. Esta é a função do skate off-road movido a motor lançado neste ano. Ele ajuda os aventureiros a fazer o que seria impossível com skates de rodinhas.


Neste ano de 2009, foi criado o primeiro aquário para peixes do mundo. Localizado no aeroporto de Amsterdam, na Holanda, o hotel hospeda os peixes enquanto seus donos viajam.


Um funcionário da empresa japonesa Tommy desenvolveu um equipamento que traduz o latido dos cachorros. Através de um microfone sem fio, o aparelho analisa a "voz" do animal e exibe suas emoções em um display.


O óculo acima foi desenvolvido para quem passa muito tempo na frente do computador ou jogando videogame. Ele avisa o usuário que é hora de piscar embaçando a lente do óculos. Quem usa computador sabe que piscamos menos sempre que estamos em frente à telinha.


A empresa britânica Cremation Solutions desenvolveu, em 2009, urnas para cinzas de mortos personalizadas. Assim, a família pode guardar os restos mortais de seus entes queridos em uma urna bem parecida com a fisionomia do morto.


Uma privada dotada de sensor fecha automaticamente a tampa do vaso sanitário quando o usuário termina de usar. Se o sensor detecta a chegada de um usuário, a tampa também abre sozinha.

Sutiã caçador de marido: Lançado em Tokyo, a roupa interior tem um relojo que faz contagem regressiva. Quando o anel de noivado é inserido no sutiã a contagem para.

Em 2009, quem comprou esta tostadeira pode observar o pão sendo torrado. A torradeira de vidro permite ver quando o pão está no ponto.


O designer coreano Jaebeom Jeong uniu uma bicicleta a um carrinho de compras. Deu nisso que você vê logo acima.



(Fonte Revista PEGN)

Nenhum comentário: