terça-feira, dezembro 29, 2009

Mensagem de Ano-Novo

Todo ano se inicia como portador de esperanças renovadas, trazendo oportunidades transformadoras e abrindo caminho para melhores chances e perspectivas. Esse é o tempo de refletir sobre os últimos doze meses e imaginar estratégias que determinem uma melhoria geral de vida. É também a hora de se ter a coragem para fazer escolhas responsáveis para 2010.

As pessoas se sentem fortalecidas com a chegada de um novo período, e corajosamente encaram as conhecidas "resoluções de Ano-Novo". "É nesse ano que eu deixo de fumar", "Daqui para frente não brigo mais com minha família", "Agora, em 2010, eu começo o curso", "Na primeira semana de janeiro, inicio minha dieta", "Caso-me nesse ano ou vou procurar outra pessoa", "Em 2010 vou economizar e parar de comprar por impulso", são apenas algumas das frequentes e necessárias decisões, para um ano que se inicia.

Talvez porque essas resoluções dependam apenas da nossa vontade, elas sempre têm como alvo nós mesmos, com nossas dificuldades pessoais. Devemos, porém, nesse inventário de resoluções, incluir outro ser, enorme e vivo, que depende totalmente das nossas decisões: o planeta Terra.

Quase no final dessa primeira década do Terceiro Milênio, o que constatamos é que o planeta vem há séculos sendo devastado pela própria ação do homem. O desgaste torna-se evidente e se traduz em catástrofes cada vez mais frequentes, que assolam todas as regiões do planeta. Ondas tsunami, vendavais, furacões, tempestades e tornados nos fornecem uma clara demonstração de que é necessário proteger nossa morada, nossa casa, que é a Terra inteira, mais o sistema solar e o infinito.

Assim, na nossa listinha de "Resoluções para 2010" é indispensável dedicar um item para o Planeta Terra e começar a se dedicar com mais seriedade aos problemas do meio ambiente: reciclar e dar destino adequado ao lixo, fazer o maior uso possível de elementos biodegradáveis, evitar desperdício de energia e água, tentar uma agricultura cada vez mais orgânica e sem uso de agrotóxicos nocivos ao terreno e à saúde e ter uma vida o mais natural possível, devem ser o objetivo de todas a espécie humana.

Se todo o povo da Terra tomar consciência da importância que tais comportamentos apresentam uma salvação, a partir dos cuidados com o ecossistema, a vida no Planeta estará protegida. Cada um fazendo sua parte, em sintonia com os demais, contribuirá corretamente para a preservação da vida.

Vamos incluir o respeito e a atenção à nossa "casa", que é a Terra inteira, na lista de nossas "boas resoluções de Ano-Novo", e tentar o máximo para preservá-la. Só assim, ela será para todos muito mais do que uma casa. Ela será nosso verdadeiro lar.


(Redação Terra por Marina Gold)

Nenhum comentário: