quinta-feira, dezembro 24, 2009

A tecnologia do abraço

A Tecnologia do abraço

O matuto falava tão calmamente, que parecia medir, analisar e meditar sobre cada palavra que dizia...

- É... das invenção dos hómi, a que mais tem sintido é o abraço.

O abraço num tem jeito dum só apruveitá! Tudo quanto é gente, no abraço, participa duma beradinha...

O abraço é mió qui quarquer raiz ou ramo qui o Raizêro possa cunhecê...

- Condi ocê ta danado de sordade, o abraço de arguém ti alivia...

- Condi ocê ta danado de rarva, vem um, te abraça e ocê fica até sem graça de continuá cum rarva...

- Si ocê ta filiz e abraça arguém, esse arguém pega um poquim de sua alegria...

- Si arguém ta duenti, condi ocê abraça ele, ele começa a miorá... I ocê miora junto tomém...


Muita gente importante e letrado já tentô dá um jeito de sabê pruquê quié qui o abraço tem tanta tequolonogia... Mas ninguém inda discubriu... Mas iêu sei... Foi um isprito bão de Deus qui mi contô...

Iêu vinha andano... pensano na vida, condirrepênti vi um tatuzim pertim do mato... Vi ele cum esses mermo zói qui a terra um dia há de cumê...I ele falô cumigo... Falô com a fala quié a merma fala qui ocês cunhece iquiêu tô falano pruceis agora.

Iêu vô contá pruceis uqui foi qui ele mi falô:

O abraço é bão prucausa do Coração...

Condi ocê abraça arguém, fais massage no coração!...

I o coração do ôtro é massagiado tomém! Mas num é só isso, não...

Aqui ta a chave do maior segredo de tudo:

É qui, condi abraçamo arguém, nóis fiquemo tudo

é com dois coração no peito!...


►(Existe um velho aqui perto de Patos de Minas, que sempre morou na fazenda e que é prolixo no seu jeito de falar, sempre colocando detalhes desnecessários nas suas falas. Ele é meio filósofo e, ao escrever o texto, tentei retratá-lo com a maior fidelidade possível.) Quando alguém escreve algo, tem em mente uma divulgação de idéias ou até mesmo uma homenagem a alguém (como foi o meu caso). E quem escreve o faz com o coração e a alma e não carrega nenhum compromisso com beleza editorial ou erudição moderna.)
►Escrito em 01/02/2007
Autor: Luiz Madureira Campos

Um comentário:

Midutoati disse...

Oi, Mary...
O texto "A tecnologia do Abraço" é de minha autoria e está incompleto. Gostaria que fossem corrigidas as inconsistências. Obrigado.
Luiz Madureira Campos (Midutoati)
Patos de Minas-MG
l.mc@terra.com.br - madureyra@gmail.com