quinta-feira, outubro 22, 2009

Golpe de Mestre

Ao lado do Jardim Zoológico da cidade de Bristol, Inglaterra, existe um estacionamento para 150 carros e 8 ônibus.
Por mais de 25 anos a cobrança do estacionamento foi feita por um simpático atendente. As taxas eram equivalentes a US$ 1,40 para carros e US$ 7,00 para ônibus.
Certo dia, após 25 anos de trabalho ininterrupto, sem qualquer falta, o atendente simplesmente não apareceu.
Estranhando a ausência do velho homem naquele dia, a administração do zoológico ligou para a prefeitura da cidade e solicitou que enviasse outro atendente.
A prefeitura, após analisar a situação, esclareceu que aquele estacionamento era de responsabilidade do próprio zoológico e não dela.
A administração do zoológico insistiu no assunto e respondeu que o atendente era, sim, empregado da prefeitura. Esta, mais uma vez negou tal afirmativa, informando que em sua folha de pagamento não constava qualquer funcionário exercendo a referida atividade.
Alheio àquela troca de dúvidas, descansava numa bela residência de Ibiza, no litoral espanhol, o personagem central da questão, o homem que, supostamente, instalou por sua conta o sistema de cobrança no estacionamento do zoológico, onde comparecia religiosamente todos os dias nestes 25 anos. Estima-se que a arrecadação lhe rendia US$560,00 diários, totalizando US$ 7 milhões até o dia que desapareceu.
E, até que surgiu a dúvida, ninguém sabia nem mesmo o nome do dedicado atendente!

Um comentário:

Brasil Desnudo disse...

Golpe de Mestre..
kkkkkkkkkk
Que aposentadoria heimmmm!!!

Marcio RJ