segunda-feira, agosto 17, 2009

Estudo confirma: A maior parte do Twitter é baboseira

Informações de última hora: 40,55% dos posts do Twitter são pura baboseira. Ok, pode ser que muita gente já desconfiasse disso, mas uma pesquisa da Pear Analytics , empresa especializada em análise de dados, afirma cientificamente que isso é verdade. Durante duas semanas, a empresa analisou dois mil postagens do site, classificando-os em seis categorias: notícias, spam, auto-promoção, conversação, informações úteis e, é claro, o grande vencedor: baboseira.

Entretanto, a pesquisa tem os seus problemas “provando” isso, que parece tão óbvio. É tudo uma questão de interpretações. Este artigo, em inglês, aponta que a baboseira pode ser grande parte da diversão no Twitter: uma colunista do jornal Houston Chronicle, obcecada pelo ator William Shatner, faz uma série de posts para o ator, convidando-se a ir à casa dele para salvar seu casamento – e depois diz estar bêbada.

Basicamente, os posts classificados como baboseira podem ser muito engraçados, e isso nunca é tempo desperdiçado. Além disso, a auto-promoção pode, muitas vezes, também incluir informações interessantes. Com todo respeito à Pear Analytics, muitos posts não pertencem a apenas uma categoria, enquanto outros são pura simplesmente baboseira. O ator Ashton Kutcher (@aplusk) e o cantor John Mayer (@johncmayer), por exemplo, só postam besteiras.

Se bem que, analisando outros aspectos de nossas vidas, podemos perceber que grande parte de tudo é feita de baboseiras. Ou você realmente acredita que a pessoa que vai ficar com a guarda dos filhos de Michael Jackson é informação importante para a sua vida?

E quanto ao que falamos, sem dúvida mais de 40,55% do que sai das nossas bocas é baboseira, auto-promoção ou mentiras. Então a MSNBC pediu para que o analista da Daniel Harrison, desse uma olhada nos resultados da pesquisa feita no Twitter. “Acho que a Pear precisa nos dar um ponto de comparação”, afirma. “O que esperávamos? Afirmações importantes sobre a vida, o universo e sobre tudo?”. E realmente, já que falamos tanta baboseira, por que não fazê-lo na Internet?

Com certeza há muito a se descobrir pelo que as pessoas postam no Twitter, mas afirmar que a maior parte do que existe por lá é besteira não é uma grande novidade. Em uma população suficientemente grande, 49% das pessoas ficam abaixo da média de inteligência. [MSNBC]

Fonte:Hypescience

Mary no Twitter

Nenhum comentário: