sexta-feira, agosto 28, 2009

Como dar novos títulos a antigas profissões

Com certeza você já deve ter ouvido falar em algumas profissões com nomes bem diferentes, e quando você vai ver não se trata nada mais do que uma profissão comum que você vê no dia a dia. As pessoas estão usando essa técnica, se é que podemos dizer assim, de dar novos títulos a antigas profissões para dar uma espécie de up no currículo, já que muita gente pensa ser uma nova profissão, quando na verdade trata-se das velhas profissões, mas com nomes mais sofisticados, digamos assim. Veja então como dar novos títulos a antigas profissões que já conhecemos, como:
Se você é o moço do xérox, pode dizer a partir de agora que é o Técnico Especialista em Material Impresso. Se você é faxineiro pode usar o termo Técnico em Bem Estar, Higiene e Saúde.
Já se você é porteiro, quer dizer que também é um Oficial Coordenador de Movimentação Interna e Externa. Para quem é motorista de ônibus pode falar também que é um Distribuidor de Recursos Humanos. O motorista de táxi é um Distribuidor de Recursos Humanos VIP. O frentista é um Especialista em Logística de Energia Combustível. Pedreiro um Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil. Aquele distribuidor de planfletos das esquinas também pode ser chamado de Técnico de Marketing Direcionado. O garçom é um Especialista em Logistica de Alimentos. O camelô um Técnico em Vendas de Produtos Alternativos de Alta Rotatividade. O gari é também um Técnico Saneador de Vias Públicas. O flanelinha é um Vallet profissional autônomo. O lanterninha é um Perscrutador de assentos. O Office Boy é um Técnico Júnior em atividades diversificadas. O coveiro é um Assessor para assuntos póstumos. O cobrador de van é um Gerente Contábil de transporte público contingenciado.
Essa é uma maneira de deixar as profissões com nomes mais elaborados, mas isso não quer dizer que nenhuma delas não seja digna de respeito independente do nome que tenham, pois desde que praticadas com responsabilidade e honestidade todas merecem muito respeito, já que todas são fundamentais para o bem estar da população.


Fonte

Nenhum comentário: