segunda-feira, junho 15, 2009

Escreva no ar usando seu celular

Esqueça os Post-Its: escreva no ar usando seu celular

É uma cena familiar em aeroportos, estações e até na rua. As mãos cheias, você sem muito tempo e surge algo que você precisa se lembrar, como o número de um telefone, o email de um amigo ou um endereço. O que fazer?

Em vez de confiar na memória, ou sair em busca de uma caneta e um papel, não seria muito mais conveniente escrever a mensagem no ar e ser capaz de recuperá-la mais tarde?

Acelerômetro vira caneta virtual

Isso agora é possível graças a estudantes da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, que usaram os acelerômetros incorporados nos telefones celulares mais modernos para criar um aplicativo que permite que o usuário escreva mensagens curtas no ar, usando o telefone como se fosse uma caneta virtual, e envia o texto para um endereço de email.

Acelerômetros são os componentes responsáveis por monitorar os movimentos do telefone, permitindo que a tela mude do modo retrato para o modo paisagem quando ele é girado. Esses componentes estão sempre ligados, de forma que não há sobrecarga adicional para que o telefone use o novo programa.

Escrevendo no ar com o celular

"Segurando o telefone como uma caneta você pode escrever mensagens curtas ou desenhar diagramas simples no ar. O acelerômetro converte os gestos em imagens, que podem ser enviados para qualquer email para consulta futura," explica Sandip Agrawal, que criou o programa, juntamente com seu colega Ionut Constandache.

"Também, imagine que você está na aula ou em uma palestra. Você será capaz de capturar uma foto de uma apresentação interessante e rapidamente fazer uma anotação sobre ela para referência futura. O potencial de uso é praticamente ilimitado," diz Constandache.

Do ar para o Twitter

Um desses usos possíveis é o envio de mensagens curtas pelo Twitter. "Nós estamos tentando deixar no passado a ideia de usar o teclado dos celulares. Muitas pessoas sentem-se desencorajados com os telefones atuais e suas teclas minúsculas. E esta frustação só vai crescer conforme os celulares ficam cada vez menores," diz Romit Roy Choudhury, que orientou os estudantes.

Escrever a mensagem no ar, usando apenas uma mão, parece ser muito mais atrativo para qualquer um.

À espera da versão 2.0

O aplicativo, chamado PhonePoint Pen, ainda tem alguns problemas a solucionar antes de chegar definitivamente ao mercado. Esta primeira versão exige que a pessoa faça pequenas pausas entre as letras escritas no ar. As letras escritas também devem ser grandes.

Mas os pesquisadores estão confiantes que isto não apenas será solucionado, como será possível viabilizar a escrita cursiva. Novas versões dos celulares, com acelerômetros ainda melhores, deverão facilitar a tarefa.



Fonte: Inovação Tecnológica

Nenhum comentário: