domingo, março 22, 2009

10 cães famosos

1-Sargento Stubby - Cão militar mais condecorado da história, serviu durante a Primeira Guerra Mundial e era mascote da universidade de Georgetown.



Nos livros consta que ele era um Pitt Bull que auxiliou na derrota contra os alemães na Primeira Guerra. Ele advertia contra ataques de gás, dava apoio moral às tropas. Ele participou ativamente da tomada da cidade de Schieprey, onde feriu sua perna com uma granada atirada pelas tropas do Kaiser enquanto atacava alemães em uma trincheira.


Stubby ganhou uma série de medalhas:

3 Service Stripes
Yankee Division YD Patch
French Medal Battle of Verdun
1st Annual American Legion Convention Medal Minneapolis, Minnesota Nov 1919
New Haven WW1 Veterans Medal
Republic of France Grande War Medal
St Mihiel Campaign Medal
Purple Heart
Chateau Thierry Campaign Medal
6th Annual American Legion Convention

O General Blackjack Pershing, supremo comandante das tropas americanas condecora pessoalmente Stubby com a medalha de ouro, após lutar 17 batalhas no front. Para se ter uma ideia da popularidade de Stubby, o Grand Hotel Majestic de N. York deixou de lado sua proibição de hospedar animais para recebe-lo...
Ao falecer, seu obituário ocupou quase meia página do The New York Times e ainda hoje seu corpo pode ser visto ostentando suas inúmeras medalhas, conservado no Smithsonian Institute em N.

Mais informações sobre Stubby



2-Swansea Jack: O cão salva-vidas




Swansea Jack - Terra-nova nascido em 1930; morava com seu dono William Thomas nas docas do Rio Tawe, em Swansea, País de Gales e costumava tirar banhistas em perigo da água.
Seu primeiro resgate aconteceu em 1931 (um menino de 12 anos). Semanas depois, virou notícia em um jornal local quando salvou mais uma pessoa e acabou ganhando uma coleira de prata dos vereadores da cidade. Em 1936, ganhou o título Cão Mais Corajoso do Ano, concedido pelo jornal Star. Recebeu também um caneco de prata do prefeito e duas medalhas de bronze da National Canine Defence League (atual Dogs Trust). Morreu em 1937 após comer veneno de rato; no mesmo ano, um monumento (esculpido por J. Cecil Jones) foi erguido em sua homenagem:
Erigido em memória de Swansea Jack, o bravo Retriever que salvou 27 vidas humanas e 2 caninas do afogamento. Amado e pranteado por todos os amantes de cães. Morreu em 2 de outubro de 1937 com 7 anos. Nunca a humanidade deve amigo mais fiel do que você. Frequentemente sua vida ofereceu para salvar alguns humanos da morte. Proprietário e adestrador WM Thomas.
Em 2000, foi nominado Cachorro do Século pela NewFound Friends of Bristol, instituição que ensina a cães técnicas de resgate aquático.


3- Jim, O Cão Maravilha



Segundo contam, Jim the Wonder Dog (um Llewellyn Setter Inglês) fazia coisas extraordinárias entendia comandos em línguas estrangeiras, na linguagem dos sinais ou em código morse, distinguia cores (os cães só enxergam em preto-e-branco), lia números, além de prever o futuro (ele acertou os vencedores do Kentucky Derby por seis anos seguidos), deixando sem resposta cientistas e educadores.*
Seu dono, Sam van Arsdale, notou pela primeira vez as habilidades de seu cão quando, durante uma caçada, comentou que gostaria de descansar sob uma determinada árvore; Jim então, dirigiu-se exatamente aquela espécie e nela colocou sua pata. Homem e cão viajaram por todo o país fazendo apresentações, mas Van Arsdale nunca quis ganhar dinheiro com Jim; em 1932, a Disney ofereceu uma grande soma para que ele estrelasse um filme e Sam recusou, pois achava que os dons do cachorro foram dados por Deus e não deviam ser explorados (ele nunca apostou nas corridas de cavalo).
Jim nasceu no Taylor Kennels em 10 de março de 1925, em Lousiana, e morreu, de repente (estava indo pescar com seu dono), em 18 de março de 1937, em Marshall, Missouri, onde viveu toda sua vida; o dono quis colocá-lo no mausoléu da família no Ridge Park Cemetery, mas como não foi permitido, enterrou seu amigo fora dos limites do campo santo. No entanto, como este precisou ser aumentado, hoje em dia o túmulo do cão está dentro do cemitério... Já a estátua fica no centro da cidade, no Jim the Wonder Dog Memorial Park, construído em 1999 onde ficava o Ruff, hotel administrado por seu dono e lar de Jim.


4- Appollo: Um herói da tragédia 11 de Setembro



Um cão de busca e salvamento quem serviu com a unidade de K-9 de the NYPD, Appollo foi adjudicado a Medalha de Dickin, equivalente a dos animais a Cruz de vitória, em reconhecimento do trabalho realizado por todos os cães de busca e salvamento sequência dos atentados de 11 de Setembro.
Um pastor alemão nascido no ano de 1992, ele e seu treinador, Peter Davies, foram chamados para ajudar com as operações de emergência em 11 de Setembro nos ataques de terrorismo. Chegaram no prédio do World Trade Center quinze minutos após o ataque, Appollo foi o primeiro cão de busca e salvamento chegar ao prédio após o colapso do World Trade Center. Num dado momento, Appollo foi quase morto por chamas e destroços.
Ele morreu em Novembro de 2006.



5- Faith, a cadela que anda de pé



Faith é um cachorro, ou melhor, uma cadela, diferente das demais. Ela nasceu com deformação nas patas da frente e quando ainda bem jovem teve que remove-las. Foi aí que seus donos começaram um árduo treinamento para ensinar Faith a andar usando apenas as patas traseiras.
Hoje Faith é uma celebridade, seu pais adotivos lançaram um livro e viajam espalhando sua história de superação.


6- Cachorro protege ovelhas sozinho por dois anos


Um proprietário de ovelhas morreu sozinho em sua casa no México. Dois anos mais tarde, sua morte foi descoberta pelos vizinhos. Seu cão foi treinado para pastorear as ovelhas durante todo o dia e guardá-las à noite, mesmo com a ausência do dono continuou com a função. Nesse período matou algumas ovelhas para sua sobrevivência. Na verdade, não houve treino efetivo, apenas o instinto próprio da raça, que desde muito cedo parecem que tomam consciência do seu "dom" de guardar, uma vez que "adotam" um rebanho, uma pessoa ou família, montando guarda como se cuidassem de seus próprios filhotes.



7-Greyfriars Bobby



Greyfriars Bobby era um cão da raça Skye terrier, nascido em 1856 na Escócia. Seu dono se chamava John Gray, um vigia noturno na cidade de Edinburgo.

John Gray morreu de Tuberculose em 15 de fevereiro de 1858 e foi enterrado no cemitério Greyfriars Kirkyard. A partir daí Bobby passou a velar o túmulo de seu dono todas as noites, alguns dizem que ele passou todo o resto de sua vida lá, mas na verdade ele saía do cemitério para comer em restaurantes próximos e retornava depois. O nome de “Greyfriars Bobby” foi dado pela própria população acostumada a ver Bobby no cemitério. Bobby sobreviveu por 14 anos após a morte de John e velou seu túmulo até a sua morte.

Em 1876 a legislação de Edinburgo para controle de animais de rua previa que todos os cães sem dono deveriam ser sacrificados. Para salvar Bobby, Sir William Chambers, renovou pessoalmente a licensa de Bobby e o tornou oficialmente responsabilidade da cidade.

Bobby morreu em 1872, mas, apesar do desejo de muitos moradores locais não pode ser enterrado dentro do cemitério já que a igreja não deu permissão de enterrar um animal em solo sagrado. Ele foi enterrado próximo ao portão do cemitério, não muito distante do túmulo John Gray e a cidade ergueu uma estatua em sua homenagem com os dizeres:

“Greyfriars Bobby - morreu em 14 de Janeiro de 1872 - aos 16 anos - Que a sua lealdade e devoção sejam uma lição para todos nós”



8- Cão da raça collie detecta câncer na sua proprietária


Maureen Burns percebeu que algo havia errado, quando seu cão farejava sua respiração e a mama direita, fez mamografia e nada constatou, insatisfeita pediu ao médico que fizesse uma biópsia e, então constatou um tumor maligno, fez cirurgia e em seguida tratamento de radiação, hoje ela está curada devido ao faro do seu cão.


9- Bobbie, O Cão Maravilha -



Em 1923, Bobbie the Wonder Dog perdeu-se de sua família em Indiana, EUA — seis meses depois, ele retornou para casa, em Silverton, Oregon, depois de atravessar 7 estados. Estava exausto, seu pelo sujo e embaraçado, suas unhas gastas, suas patas feridas; ficou felicíssimo quando encontrou Nova, a filha mais nova de seu dono, em uma rua da cidade. No restaurante da família, saudou com a mesma alegria a mãe de Nova, mas não sossegou até encontrar seu amado dono, que estava no quarto, deitado. Após o reencontro, Bobbie se refestelou no tapete e dormiu. Bobbie morreu em 1927 e foi enterrado no cemitério de animais da Oregon Humane Society.

A cidade homenageia Bobbie comemorando anualmente o Dia de Bobbie em 15 de fevereiro (data em que ele retornou para casa) e fazendo uma Parada Pet em maio. Além disto, há um mural (criado por Lori Webb), uma réplica da cabana em miniatura que Bobbie ganhou em 1924, uma pequena estátua em concreto, pintada, e um "busto" no Oregon Garden.


10- Um cão biônico



O parrudo animal de pouco mais de oito anos, teve câncer e precisou amputar uma de suas patas dianteiras. Temendo que os outros membros não fossem fortes o suficiente para suportar o peso do cachorro, a idéia de sacrificá-lo parecia a mais natural para os veterinários. Não para Reg Walker, o determinado dono de Coal.
Empenhado em evitar que seu amado cão fosse morto, ele não titubeou em gastar mais de 10.000 libras em uma "perna biônica". A sofisticada prótese foi projetada de forma a ser compatível com os tecidos do animal. Graças a liga de titânio da qual ela é feita, ossos e pele crescem ao redor do novo membro, sem que o organismo o rejeite. Foi a segunda vez que um animal recebeu um tipo complexo de "perna biônica" como esta, testada anteriormente em um sobrevivente dos ataques terroristas de 7/7 (de 2005) em Londres.
Coal hoje tem uma vida normal e vai para todos os lugares com seu dono e sem dúvida, melhor amigo. A todos os lugares mesmo, pois Reg Walker é guarda de segurança da indústria musical e tem permissão para entrar com Coal em emissoras de TV e vários outros locais. Ele é até hoje o único cachorro a ter ido ao backstage do Royal Albert Hall, a famosa sala de espetáculos inaugurada em 1871 em South Kensington, Londres.
Mais uma vez temos a certeza de que os animais de estimação são especiais demais e quem pode faz de tudo para ter por mais tempo seus amados bichinhos; sem dúvida, verdadeiros membros da família.




Fonte: http://www.oddee.com/item_96606.aspx

2 comentários:

Anônimo disse...

Good day !.
You re, I guess , probably very interested to know how one can collect a huge starting capital .
There is no initial capital needed You may commense to get income with as small sum of money as 20-100 dollars.

AimTrust is what you haven`t ever dreamt of such a chance to become rich
AimTrust incorporates an offshore structure with advanced asset management technologies in production and delivery of pipes for oil and gas.

Its head office is in Panama with structures around the world.
Do you want to become really rich in short time?
That`s your chance That`s what you wish in the long run!

I`m happy and lucky, I started to take up real money with the help of this company,
and I invite you to do the same. If it gets down to choose a correct partner who uses your funds in a right way - that`s it!.
I earn US$2,000 per day, and my first deposit was 1 grand only!
It`s easy to join , just click this link http://erylawob.jamminweb.com/uwisot.html
and lucky you`re! Let`s take our chance together to get rid of nastiness of the life

Anônimo disse...

Good day, sun shines!
There have been times of hardship when I didn't know about opportunities of getting high yields on investments. I was a dump and downright stupid person.
I have never thought that there weren't any need in large starting capital.
Nowadays, I feel good, I begin take up real money.
It gets down to choose a correct partner who uses your funds in a right way - that is incorporate it in real business, parts and divides the profit with me.

You can get interested, if there are such firms? I'm obliged to answer the truth, YES, there are. Please be informed of one of them:
http://theinvestblog.com [url=http://theinvestblog.com]Online Investment Blog[/url]