quinta-feira, janeiro 15, 2009

Italiano foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira (15) que a decisão de conceder asilo político ao ex-ativista italiano Cesare Battisti é uma “questão de soberania” e que as autoridades italianas terão de respeitá-la. Battisti foi condenado na Itália a prisão perpétua, por quatro homicídios cometidos nos anos 70, quando pertencia a um grupo de extrema esquerda que praticava atos terroristas, e foi preso no Rio de Janeiro em 2007.




> Veja a cronologia do caso Cesare Battisti

Um comentário:

Anselmo disse...

Puts, tanta coisa pra se preocupar, vamo esquentar cabeça em proteger bandido estrangeiro?
Tenha paciência...