quinta-feira, novembro 20, 2008

Holocausto à brasileira

Foto Divulgação
Um portal na internet vai apresentar documentos inéditos que revelam políticas de Estado anti-semitas que vigoraram no país entre 1937 e 1948
A idéia do Brasil como “paraíso racial” pode estar com os dias contados. Um portal na internet com estréia prevista para janeiro de 2009 vai apresentar documentos inéditos que revelam políticas de Estado anti-semitas que vigoraram no país entre 1937 e 1948.

Circulares proibindo emissão de vistos ou impedindo a entrada de refugiados judeus do nazi-fascismo no país são alguns dos materiais que um grupo de pesquisadores do Laboratório de Estudos de Etnicidade, Racismo e Discriminação (LEER), da USP, coordenados pela historiadora Maria Luiza Tucci Carneiro, pretendem colocar no portal o Arquivo Virtual sobre Holocausto e Anti-Semitismo (Arqshoah).

Os documentos que serão disponibilizados no site fazem parte do acervo do Arquivo Histórico do Itamaraty, do Arquivo Nacional, Arquivo Histórico Judaico Brasileiro, além de coleções particulares de famílias no Brasil, Alemanha, Itália, Portugal e França. Os pesquisadores estão também entrevistando sobreviventes ou descendentes de refugiados, e seus depoimentos farão parte do Arqshoah. Enquanto o site não estréia, os interessados podem entrar em contato com a equipe do projeto por meio do e-mail arqshoah@usp.br.

Fonte: História Viva

Nenhum comentário: