sexta-feira, setembro 26, 2008

Projeto contra "ficha suja" tem 350 mil assinaturas

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) divulgou nesta sexta-feira (26) que já conseguiu 350 mil assinaturas para o projeto de lei que pretende impedir a candidatura de políticos processados. Segundo a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), que fez parte do MCCE, o número foi apurado após a 1ª Mobilização Nacional, no início de setembro.

A coleta de assinaturas começou em maio deste ano e tem a meta de chegar a 1,3 milhão de assinaturas. Com esse número, o projeto poderá ser enviado ao Congresso para ser apreciado pelos deputados e senadores.

Como projeto de iniciativa popular, o movimento pretende alterar a Lei complementar n.º 67/90, a chamada lei de Inelegibilidades. O objetivo do texto, diz o MCCE, é impedir a candidatura de políticos condenados (a partir da 1ª instância), que tenham processos em andamento ou tenham renunciado para fugir da cassação.

Para participar da campanha basta ir ao o site do MCCE (www.mcce.org.br). É possível imprimir o formulário e preencher quantas assinaturas for possível e enviar para a secretaria executiva do movimento. O endereço está no próprio formulário.

Via Congressoemfoco

Um comentário:

Anônimo disse...

moro em matao e em minha cidade tem um prefeito que tem 53 processos e ainda nao foi casado.
como que uma pessoa que administra uma cidade pode ter 53 processos e estar lovre?
e ainda ele foi reeleito por isso acho que temos que dar um basta nisto