domingo, novembro 18, 2007

Milionária das armas na Justiça


A carioca Jaqueline Rossi, que se diz herdeira da Rossi, maior fabricante de armas da América Latina, move treze ações na justiça dos Estados Unidos contra um investidor americano e a mulher dele, após quase falir a fábrica de biquínis "Fiu Fiu!", que fundou ao sair do Brasil, há dez anos. A mulher teria agido por ciúmes de Jaqueline, ex-dançarina de um bar na Filadélfia, acusando-a de prostituição e problemas com a polícia. O casal também teria chantageado a brasileira e "aterrorizado" sócios e fornecedores - ela pediu falência pessoal, vendendo bens. O advogado americano de Jaqueline não divulgou o valor da indenização. A herdeira da fábrica fundada no Rio Grande do Sul contrata modelos brasileiras e estrangeiras para seus arrojados biquínis (foto) e relata em sua página pessoal no site MySpace o sucesso da marca, "que vive e respira a cultura brasileira". Disse por e-mail à coluna que "não está conectada financeiramente à família" e que não poderia comentar o processo. Atualmente ela dança em Las Vegas. A "Fiu Fiu!" promove competições de biquínis e "celebridades" (pouco) vestidas com eles, como mostra o
site da empresa.


via Cláudio Humberto

Nenhum comentário: