sexta-feira, outubro 26, 2007

Uma raridade histórica

Avião DO-X 1929 sobrevoa a Enseada de Botafogo,
no Rio de Janeiro, em 1931*


O FRACASSO DO MAIOR AVIÃO DO MUNDO

Um hidroavião de 30 toneladas e 12 motores.
O flagrante foi obtido durante a escala no Rio de Janeiro do histórico vôo experimental alemão por 45.000 quilômetros em 1931.
Fabricado pela Dornier alemã, o protótipo DO-X era o maior avião do mundo e jamais entrou em operação comercial, apesar de ter sido testado pela Lufthansa.
Tinha três andares com cabine-dormitório, sala de estar, biblioteca, restaurante e bar.
Um navio voador de luxo, com tapetes persas, sofás de couro e porcelana fina.
A tripulação era de 14 pessoas e a lotação, de 70 passageiros.
Sua velocidade de cruzeiro era de 175 km/h, autonomia de 2.300 km e levava 23 mil litros de combustível. Media 40 metros de comprimento e 10 m de largura.
Este famoso DO-X 1929 foi desativado em 1934 e levado para o Museu da Aviação em Berlin,
onde terminou destruído num bombardeio durante a 2ª Guerra Mundial, em 1945.
Obs.: Repare, na foto principal, a estátua do Cristo Redentor ainda com andaimes, recebendo os retoques finais para sua inauguração em 12 de outubro daquele ano.

Sala de estar do DOX

Sala de chá do DOX

Cabine de comando (cockpit) do DOX

O DOX ancorado na Baía de Guanabara ( Enseada de Botafogo)

Maquete detalhada do DOX

Desembarque do DOX no Caribe (pintura)



Assista ao video


Colaboração: Fábio Jr Guimarães

Nenhum comentário: