segunda-feira, abril 30, 2007

Piadas

Viva eu


Lula estava nadando no lago Paranoá e começou a se afogar. Foi salvo por três compadres que estavam pescando.
Agradecido, disse que eles poderiam lhe pedir qualquer coisa.
Um deles, gaúcho, falou:
- Meu filho trabalhava na fábrica de sapatos e perdeu o emprego. Quero um trabalho para ele, tchê.
- Está mais do que feito! - disse o presidente.
Outro, do Piauí, reclamou que era analfabeto e queria aprender a ler.
- A vaga já está garantida! - respondeu Lula.
O terceiro era o Zé Botina, mineiro:
- Eu quero um interro de estadista, com sarva de tiro, flor, banda de música e tudo mais!!!...
Estupefato, Lula perguntou:
- Você é tão novo Zé!!!... Por que essa preocupação com a morte?!
E o caipira:
- Uai, o que o sinhor acha que vai acontecê cumigo quando ieu chega lá em Minas e dissé que sarvei o presidente da repubrica?

*******************************

Mãe é mãe .....sogra é sogra.....

O rapaz chega em casa muito animado e diz para sua mãe que se
apaixonou e quer se casar.

A mãe inicia uma série de perguntas e ele faz a seguinte
proposição:

- Mãe, por brincadeira, vou trazer aqui amanhã três mulheres e
você irá tentar adivinhar com qual delas eu irei me casar.

A mãe acaba por concordar com o teste.

No dia seguinte, ele traz à sua casa três mulheres lindíssimas.

Elas sentam-se no sofá e ficam conversando com a mãe do rapaz
durante um bom tempo.

Depois de horas de conversa entre elas, o rapaz chega e pergunta:

- Então mãe, você é capaz de adivinhar com qual eu vou me casar ?

A mãe responde imediatamente:

- Com a do meio.

O rapaz fica surpreso e pergunta:

- É incrível mãe. Você acertou ! Mas como é que adivinhou ?

A mãe responde:

- Não gostei dela ...

*****************************************


Transplante peniano


Um homem, não agüentando mais o complexo de "bilau pequeno", procurou um médico para saber se havia tratamento para o seu caso.
O médico depois de examiná-lo, animou-o:
- Hoje dispomos de técnicas realmente revolucionárias para casos como o seu.
- Como assim, doutor? - quis saber o paciente.
- A antiga equipe do Dr. Bráulio - continuou o médico - desenvolveu, na África do Sul, uma técnica de transplante de tromba de filhote de elefante. O doador é sempre um bebê-elefante prematuro do qual é retirada a tromba e transplantada para o órgão sexual do homem.
Depois de se certificar que a técnica era realmente um sucesso, o complexado decidiu submeter-se ao transplante. A cirurgia foi um sucesso e o transplantado foi para casa radiante. Após o período de convalescença, sua primeira providência foi convidar a namorada para jantar num restaurante fino, onde lhe daria a notícia do que fizera, até então, às escondidas.
E lá se foram para o restaurante. Antes de entrar no assunto, quando ainda estavam nos aperitivos, eis que subitamente o novo pênis sai das calças do moço, dá uma tateada na mesa, agarra um pãozinho e desaparece rápido. A luz mortiça daquele canto do restaurante não permitiu que a moça tivesse certeza sobre o que acabara de ver.
Entre espantada e insegura, porém maravilhada, ela perguntou:
- O que é isto?
O rapaz, também tomado de surpresa, começou a balbuciar uma resposta quando, de repente, o pênis regressou, pegou outro pãozinho e desapareceu como um raio outra vez. Aí a moça não teve mais dúvida. Ficou silenciosa por um instante e com um malicioso sorriso estampado na face, pediu:
- Você pode repetir, amor?
Com um sorriso amarelo e uma lágrima no canto do olho, o jovem respondeu:
- Querida, eu até que gostaria, mas acho que o meu cu não vai agüentar outro pãozinho!...

Nenhum comentário: