sexta-feira, março 23, 2007

Piadas

Tadinha da pulguinha

Uma pulga está tomando sol na praia, toda bronzeada, feliz da vida.
Nisto, chega outra pulga, branca e tremendo de frio.
A primeira lhe pergunta:
- O que aconteceu, amiga?
- É que eu quis vir à praia tomar um solzinho e então subi no bigode de um motoqueiro que vinha pra cá. Acontece que o cara veio a 200 km por hora e eu quase congelei de frio!
A pulga bronzeada responde:
- Ah! Mas você tem que fazer como eu: entre num banheiro feminino e quando chegar uma garota, esconda-se na calcinha dela. Naqueles pelinhos macios você viaja quentinha e segura!
No fim de semana seguinte voltam a encontrar-se na praia: a primeira, bronzeadíssima e a segunda, outra vez, branca e gelada de frio.
- E agora, o que aconteceu? Não fez como eu disse?
- Claro que fiz. Me escondi no banheiro e quando a garota entrou e baixou a calcinha, eu me acomodei ali muitíssimo bem e dormi.
- Então, por que você está assim, branca, gelada e trêmula?
- Não faço a menor idéia. Quando acordei estava de novo no bigode do motoqueiro a 200km por hora.

********************************

Professor de matemática quis pregar uma peça em seus alunos e lhes disse o seguinte:

- Meninos, aqui vai um problema:

Um avião saiu de Amsterdam com uma velocidade de 800 km/h, à pressão de 1.004,5 milibares; a umidade relativa era de 66% e a temperatura 20,4 graus C. A tripulação era composta por 5 pessoas, a capacidade era de 45 assentos para passageiros, o banheiro estava ocupado e havia 5 aeromoças (mas uma estava de folga). A pergunta é... Quantos anos eu tenho?



Os alunos ficam assombrados. O silencio é total.

Então o Joãozinho, lá no fundo da sala e sem levantar a mão, diz de pronto:

"44 anos, professor!"



O professor, muito surpreso, o olha e diz:

- Caramba, é certo. Eu tenho 44 anos. Mas como adivinhastes?



E Joãozinho: - Bem, eu deduzi porque eu tenho um primo que é meio babaca, e ele tem 22 anos...

*******************************

Um rapaz entrou num banco de primeira linha, dirigiu-se ao caixa e disse:
- Eu quero abrir uma porra de uma conta nessa merda desse banco. A moça do
caixa, totalmente atônita, respondeu:
- O senhor me perdoe, mas eu acho que não entendi direito. O que o senhor
disse? Poderia repetir, por favor?
- Vê se ouve dessa vez, caralho! Eu disse que quero abrir uma porra de uma
conta nessa merda de banco!
Ela pediu licença e dirigiu-se ao gerente, para informá-lo da situação
francamente desagradável. Ele concordou que ela não era obrigada a ouvir
palavreado tão chulo. O gerente se dirigiu, junto com ela, ao caixa e falou:
- Senhor, o que está ocorrendo? Algum problema?
- Não tem merda de problema nenhum, porra! Eu acabei de ganhar
R$ 58 milhões na mega sena e quero abrir uma porra de conta nessa merda de
banco, caralho!
- Sei, sei, entendo....e essa puta está dificultando as coisas para o
senhor?



Nenhum comentário: