segunda-feira, março 19, 2007

Indiano telefona para a família momentos antes de ser cremado


















Indiano leva madeira para crematório na Índia (Foto:AFP)


"Como vocês podem me cremar?", perguntou o homem durante o funeral.
Ele foi confundido pelos próprios parentes com uma pessoa morta encontrada na rua.
Deepak Bhattacharya, um cinquentão morador de Raipur, na Índia, saiu de casa para pagar uma conta de telefone. Antes de voltar, ficou chocado ao saber que estava prestes a ser cremado por sua família, segundo notícia publicada há alguns dias no jornal "Press Trust".

Uma hora depois que Deepak saiu, a polícia pediu a seus parentes que ajudassem a identificar o corpo de um homem que tinha morrido havia pouco tempo.


"O cunhado de Deepak 'reconheceu' o corpo e o levou para casa para os rituais", disse o superintendente de polícia, Sashi Mohan Singh. Na Índia, os funerais costumam ser feitos no mesmo dia em que a pessoa morre.



A família, consternada, já se preparava para cremar o falecido quando o telefone tocou. Para assombro geral, era Deepak.


"Eu estou vivo! Como vocês podem me cremar?", gritou ele para sua filha. Segundo a polícia, os dois - Deepak e o homem morto - são mesmo muito parecidos.


fonte G1

Nenhum comentário: