terça-feira, março 20, 2007

Atraso na correspondência







Cartão postal é entregue com 90 anos de atraso na Inglaterra

Walter Burns era, em 1917, um soldado britânico em combate na Primeira Guerra Mundial. Das trincheiras ele enviou um cartão postal para sua noiva à época, Amy Hicks. Ela, entretanto, nunca chegou a receber a correspondência. Mas isso não impediu o amor entre os dois. Walter retornou da guerra e se casou com Amy dois anos mais tarde. Eles permaneceram juntos até a morte dela em 1978. Walter morreria no ano seguinte, aos 82 anos.

A história de amor do casal voltou à tona há poucas semanas, quando o postal, que provavelmente ficou perdido em um acampamento militar durante o conflito, finalmente foi entregue. O carteiro Martin Kay encontrou-o em meio à correspondência rotineira do correio da cidade de Swindon e, com a ajuda de historiadores, localizou Joyce Hulbert, 86, filha de Walter e Amy. O cartão, com 90 anos de atraso, enfim encontrou um destinatário. Nele o soldado Walter apenas havia enviado uma mensagem para confortar sua amada: “Estou bem.”


via: verdadeabsoluta

Nenhum comentário: